CIONET elege dez tendências empresariais inovadoras para 2016

8624
0
Share:

A CIONET identificou dez tendências de inovação para 2016: cinco tendências para modelos de negócio empresariais e cinco para modelos de negócio de consumo.

Baseado na recolha de dados primários da rede de CIOs/CTOs e compilação de estudos da CIONET, a comunidade apresenta agora as dez tendências que terão maior projeção a partir de 2016, prometendo grandes mudanças quer na estratégia digital e de negócio das grandes multinacionais quer na adoção de inovação dos utilizadores:

Modelos de Negócio B2B:

Software Define Anything (SDx) arquitetura emergente baseada em software que interliga dispositivos muito diferentes entre redes e plataformas.

Data Science as a Service (DSaaS) – abordagem exclusiva de análise de dados em formato SaaS.

Wearables in the Field (WiF)– dispositivos computacionais com funcionalidades para equipas de exterior.

Internet of Nano Things (IoNT) – redes de nano objetos que contêm tecnologia para comunicar, sentir e interagir com estados internos e ambiente externo.

3D Corporate Printings – impressão tridimensional com funcionalidades corporativas.

Modelos de Negócio B2C:

Location-Prompted Promotions (LPP) – promoções em retalho baseadas na localização do consumidor.

Mobile Health (MH) – arquiteturas, sistemas e dispositivos de suporte a pacientes remotos ou monitorização baseada em smartphones e wearables.

Interactive Window Shopping (IWS) – integração de tecnologias interativas com experiência de consumidor no retalho físico.

Mood Sensite Tech (MST) – tecnologia de recolha, processamento e predição de comportamentos com base nas emoções dos consumidores.

Dronevertising Publicidade baseada em drones e microcâmaras.

Hiperconneted Vehicles – veículos de transporte privado ou coletivo customizados em função das necessidades (comunicação, informação, colaboração) do cidadão, consumidor e utilizador.

“Nunca se falou tanto sobre a importância da inovação nas empresas e de se promover uma cultura da inovação para propiciar uma experiência superior ao consumidor. A necessidade de inovar nas empresas já é assumida como premissa para tudo o resto, e cada vez mais, os conceitos de inovação, tecnologia e criação de valor se fundem”, aponta Rui Serapicos, Managing Partner da CIONET Portugal.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário