23571 0

CIONET divulga as sete dicas que os CEOs devem ter em conta na otimização de custos de TI

A CIONET apresentou, após análise das melhores práticas na sua rede, as principais estratégias de redução de custos implementadas tanto por CIOs/CTOs como por CFOs, nas quais os CEO tiveram oportunidade de avaliar a aplicabilidade. A consultora Mckinsey, entre outras consultoras, menciona a otimização de portfolio e de arquitetura de sistemas como uma das medidas de maior eficácia na redução de custos. Segundo a Gartner, mais de 70% do orçamento de TI destina-se à gestão e manutenção das próprias TI, significando isto que apenas 30% são dedicados ao desenvolvimento de novas áreas de negócio, produtos e serviços. Em sistemas de informação, o software assume entre 20 e 30% do orçamento. Face aos números apresentados, a otimização de custos de TI é um tema que deve estar no centro de pelo menos duas agendas – a do CEO e a do CIO.

Para ajudar o trabalho destes executivos, a CIONET identificou as sete estratégias de otimização de custos de TI para CEOs:

Avaliar as capacidades de procurement:

– Verificar o nível de maturidade de baseline das compras; Apostar em especialistas de procurement de IT;  Executar uma gestão proactiva e estratégica de vendors e parceiros.

 Racionalização do Portfolio Aplicacional:

– Os custos com aplicações compõem uma das maiores fatias do orçamento de TI; A maioria das organizações focaram-se em aplicações de grande dimensão ignorando as vantagens de aplicações mais pequenas/ágeis.  A procura de aplicações está a aumentar substancialmente. Esta é a área onde existe maior conflito entre as variáveis velocidade e custo.

Utilização do Zero Based Budgeting (ZBB)

ZBB é uma metodologia comprovada para fornecer visibilidade sobre “quem gasta o quê” e, finalmente para garantir a redução sustentável dos custos em toda a organização.

Aumentar a Transparência Financeira das TI

– Gerir melhor a oferta e a procura (gerindo as TI da mesma forma como se gere o negócio)

Utilizar serviços cloud para economizar custos

– O custo geralmente não é a principal prioridade para a utilização de serviços cloud; a gestão proactiva da procura interna é a chave para conduzir as economias de custos da cloud.

Centralizar, padronizar e consolidar os serviços de IT

– Muitas organizações criam contratos de gestão de serviços/outsourcing para acelerar e perceber os benefícios de tal abordagem, suportando assim uma estratégia de “chargeback” eficaz, tornando os serviços de TI mais fáceis de comparar.

Criação de serviços partilhados de TI na sua empresa

-Utilizado extensivamente para criar economias de escala, os Business Cases geralmente fazem uma rápida previsão de poupanças mais do a realidade (normalmente o tempo varia entre os 18 e os 36 meses).


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Procura por tecnologia vai continuar a crescer

A aquisição de smartphones, tablets e computadores vai continuar a crescer em todo o mundo apesar do contexto económico, devendo registar-se um número recorde de compra destes equipamentos

Checkpoint Systems lança nova geração de soluções EAS

A Checkpoint Systems anunciou o lançamento de uma nova geração de soluções de Protecção Electrónica de Artigos. O EVOLVE iRange, desenvolvido com retalhistas de todo o mundo, é

Indra lidera projeto ABC4EU (Automated Border Control for European Union)

A Indra lidera o projeto ABC4EU (Automated Border Control for European Union), iniciativa europeia de I+D para melhor os sistemas de automatização do controlo de fronteiras nos aeroportos.

CESCE SI distinguida na Convenção Anual de Parceiros Ibéricos da NetApp

A CESCE SI recebeu a distinção “Trajectória Portugal FY14”, um galardão atribuído pela NetApp na convenção anual de parceiros de 2014, que teve lugar em Valladolid, Espanha, nos

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *