CIONET abre candidaturas para os melhores profissionais de Tecnologias de Informação em Portugal

9592
0
Share:

A CIONET abriu as candidaturas para o prémio CIO of the Year, que como o próprio nome indica, pretende eleger os melhores CIOs portugueses. Os eleitos vão representar Portugal no European CIO of the Year, um evento internacional que é organizado anualmente pela CIONET, no qual são eleitos os melhores profissionais de entre os representantes de cada país.

A eleição do CIO do Ano é um evento que visa sensibilizar a comunidade para as mudanças no papel que os CIOs têm nas suas organizações e reconhecer e premiar os melhores CIOs, de acordo com o valor de negócio gerado pelos projetos implementados. A eleição terá 3 categorias: CIO orientado para Cliente; CIO orientado para Processos de Negócio; e CIO orientado para Tecnologia. A candidatura pode ser entregue até o dia 15 de Janeiro de 2014 e está aberta a membros da CIONET Portugal ou a CIOs recomendados pelos mesmos. Os vencedores serão conhecidos no evento CIODAY’15 que tem como data prevista o dia 19 de Fevereiro de 2015 e serão selecionados por um júri composto por responsáveis de duas universidades, um CIO of the Year de um ano anterior à eleição, um Membro da Comunidade CIONET e um elemento da equipa da CIONET.

Na edição do ano passado foram Alexandre Ramos da Lusitania Seguros, Rui Gomes do Hospital Fernando Fonseca, e Nuno Miller da Farfetch os vencedores da Eleição do CIO do Ano. Nuno Miller recebeu inclusive o prémio de melhor CIO Europeu na categoria de Tecnologia, numa distinção que foi entregue pelo Vice-Presidente da Comissão Europeia, Maroš Šefčovič, aos 3 melhores líderes digitais Europeus durante o CIO CITY’14.

Rui Serapicos, Managing Partner da CIONET Portugal, aponta que a CIONET “tem tido um papel muito ativo junto da Comissão Europeia, especialmente os representantes de cada país nas últimas edições do CIO do Ano e esta é uma iniciativa particularmente importante também por isso. Para além de termos todo o gosto em premiar o bom trabalho que se faz no nosso país, contamos com os CIOs portugueses para transmitir à Europa a importância do setor na nossa economia e desenvolvimento, bem como os pontos que necessitam de atenção.”


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário