Connect with us

Opinião

Ciberataques móveis afetam 100% das empresas

Bruno Fonseca

Publicado a

As empresas de todo o mundo adotam cada vez mais programas de mobilidade para impulsionar a sua produtividade e a sua rentabilidade. E, consequentemente, os cibercriminosos apontam cada vez mais as suas baterias aos smartphones e tablets de utilização profissional.

O nosso último estudo, realizado pela equipa de investigação de ameaças móveis da Check Point, não deixa espaço para dúvidas: a mobilidade empresarial está a ser constantemente atacada, afetando a todas as regiões e indústrias, tanto no Android como no iOS. As ameaças para os utilizadores móveis são inumeráveis e poderosas, e em última instância são capazes de comprometer qualquer dispositivo, acedendo a dados confidenciais em qualquer momento.

Todas as empresas analisadas sofreram pelo menos um ciberataque contra os seus dispositivos móveis durante o ano passado, com uma média de 54 malwares enfrentados por empresa. Segundo o estudo, 89% experimentaram pelo menos um ataque de man-in-the-middle através de uma rede Wi-Fi, e 75% tinham pelo menos um dispositivo iOS com jailbreak ou um Android a que tinha sido feito root conectado às suas redes empresariais, com uma média de 35. Estes resultados são muito preocupantes, porque os processos de root ou jailbreak eliminam toda a segurança que os sistemas operativos da Apple e Google proporcionam.

No que se refere a sectores, a banca (29%) e a administração pública (26%) registaram a maioria dos ataques de malware móvel. Ambas as indústrias contêm dados muito valiosos para os cibercriminosos, como grandes volumes de informação financeira e pessoal. As empresas tecnológicas também têm sido muito afetadas pelo malware.

O estudo também apresenta resultados surpreendentes sobre o malware dirigido aos dispositivos iOS. Este sistema operativo é considerado uma plataforma mais segura que o Android, e algumas organizações exigem que os seus colaboradores utilizem os seus dispositivos para melhorar a segurança, mas o certo é que os iPhones e iPads estão longe de ser imunes aos ciberataques.

Em termos geográficos, o continente americano foi a região mais afetada, com 39% das ameaças, seguido da região Ásia-Pacífico, que representou um terço de todos os ataques móveis. Algumas das campanhas massivas mais importantes deste ano, como HummingBad e CopyCat, têm a sua origem nessa parte do mundo

Com estes dados, a nossa previsão é que os ataques móveis continuem a crescer em proporção e sofisticação nos próximos anos. O mundo do malware para iOS e Android tem um grande potencial para os cibercriminosos: são mais fáceis de piratear que os computadores pessoais, e possuem uma informação ainda mais sensível.

Para combater os atacantes, a segurança móvel deve incluir um sistema de componentes que trabalhem em conjunto para identificar uma ampla variedade de ameaças e proteger os dados, ao mesmo tempo que se abordam as preocupações de privacidade dos colaboradores das empresas. Só as soluções que conseguem analisar o comportamento em todos os vetores para obter indicadores de ataque podem proteger eficazmente os dispositivos móveis e mantê-los seguros.

Rui Carneiro Duro, Sales Manager da Check Point Portugal

Fundador da Leak, estreou-se no online em 1999 quando criou a CDRW.co.pt. Deu os primeiros passos no mundo da tecnologia com o Spectrum 48K e nunca mais largou os computadores. É viciado em telemóveis, tablets e gadgets.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Publicidade

Últimas Notícias

Startups2 dias atrás

BuzzStreets é parceira oficial da London Tech Week

A startup portuguesa BuzzStreets foi eleita parceira oficial da London Tech Week. A empresa, fundada por João Fernandes e que...

Passaporte2 dias atrás

Alessandro Cozzi é a nova aposta da Extreme Networks

A Extreme Networks nomeou Alessandro Cozzi como novo Diretor Regional para a região Sul da EMEA, que compreende Portugal, Espanha,...

Software2 dias atrás

Nova versão do PHC CS traz uma nova geração de ERP

A PHC Software lançou a mais recente geração do seu ERP, o PHC CS, que traz novas funcionalidades para que...

Eventos2 dias atrás

Maratona tecnológica de 24 horas regressa a Tomar

A segunda edição do CityHack, projeto promovido pelo Instituto Politécnico de Tomar (IPT) e pelo Município de Tomar, vai decorrer...

Notícias2 dias atrás

NOS investe 30 milhões de euros na Madeira

O CEO da NOS, Miguel Almeida, anunciou, no Funchal, a última fase de um ciclo plurianual de investimentos nas infraestruturas...

Eventos2 dias atrás

S21sec e Cymulate querem prevenir ataques digitais

A S21sec vai realizar com a Cymulate um Executive Breakfast que tem como objetivo a apresentação conjunta de uma plataforma de...

Internacional3 dias atrás

TECNICON marca presença na QCon São Paulo 2018

A TECNICON participou mais uma vez da maior Conferência Internacional de Desenvolvimento de Software do Brasil. A QCon São Paulo...

Startups3 dias atrás

Google acelera as primeiras startups portuguesas

O Campus da Google em Madrid anunciou hoje que seleccionou as startups portuguesas Barkyn (e-commerce de produtos para cães) e...