Check Point apresenta resultados financeiros do terceiro trimestre

9416
0
Share:

A Check Point Software Technologies Ltd. anunciou os seus resultados financeiros para o terceiro trimestre do seu ano fiscal, que terminou a 30 de Setembro de 2012. “Os resultados do terceiro trimestre têm continuado com a tendência positiva, mantendo um bom crescimento relativo a unidades de appliances de segurança para o mercado empresarial, bem como em vendas de Software Blades. Nossos rendimentos e ganhos por acção situaram-se acima de nossas previsões“, assinalou Gil Shwed, fundador e CEO de Check Point Software Technologies.

Principais metas financeiras do terceiro trimestre de 2012:

Facturação total: 332,4 milhões de dólares, com um crescimento de 8% comparativamente com os 308,3 milhões do terceiro trimestre de 2011.

Receitas de exploração (GAAP): 182,6 milhões de dólares, com um aumento de 15% em comparação com os 158,2 milhões do terceiro trimestre de 2011. A margem operacional foi de 55%, contra os 51% do terceiro trimestre de 2011.

Receitas de exploração (não-GAAP): 195,6 milhões de dólares, com um aumento de 8% em comparação com os 180,7 milhões do terceiro trimestre de 2011. A margem operacional foi de 59%, o mesmo valor do terceiro trimestre de 2011.

Receitas líquidas e lucro por acção (GAAP): 152,4 milhões de dólares, com um aumento de 14% em comparação com os 134,1 milhões do terceiro trimestre de 2011. Os lucros por acção foram de 0,73 dólares, com um aumento de 16% face aos 0,63 dólares do terceiro trimestre de 2011.

Receitas líquidas e lucro por acção (não-GAAP): 164,1 milhões de dólares, um aumento de 7% em comparação com os 152,9 milhões do terceiro trimestre de 2011. Os ganhos por acção foram de 0,79 dólares, 10% acima dos 0,72 dólares do terceiro trimestre de 2011.

Receitas diferidos: 505,9 milhões dólares a 30 de Setembro de 2012, mais 11% que os 454,5 milhões registados a 30 de Setembro de 2011.

Fluxo de tesouraria: 180,4 milhões de dólares contra os 154,5 milhões do terceiro trimestre de 2011.

Programa de Recompra de Acções: Durante o terceiro trimestre de 2012, a companhia readquiriu 3,2 milhões de acções por um total de 156,1 milhões de dólares.

Saldo de efectivo e valores negociais: 3.246,8 milhões de dólares a 30 de setembro de 2012, com um aumento de 470,3 milhões de dólares em comparação com os 2.776,5 milhões registados 30 de setembro de 2011.

Metas empresariais

Durante o terceiro trimestre foi anunciada a novidade Check Point Virtual Systems – a solução para meios cloud privados e centros de dados que permite a consolidação de até 250 gateways de segurança sobre uma única plataforma hardware. Graças a esta solução, podem-se proteger múltiplos segmentos de rede seleccionando e combinando qualquer dos Software Blades disponíveis, capazes de simplificar a segurança, reduzir os custos e aumentar o rendimento.

Reconhecimentos da indústria

Melhor classificação no IDC Worldwide Combined Firewall e UTM Appliance Market- A Check Point posiciona-se como o fabricante número um a nível mundial no que se refere a receitas deste segmento para o segundo trimestre de 2012, segundo o estudo IDC Worldwide Q2 2012 Security Appliance.

Líder no Quadrante Mágico da Gartner – A Check Point posiciona-se como líder do Quadrante para protecção de dados móveis de 2012. A companhia é reconhecida pela sua capacidade de encriptação de dados e protecção dos pontos de acesso móveis.

Classificação de “Recomendado” pelo NSS Labs – O Check Point IPS Software Blade atingiu a cobiçada classificação de “Recomendado” pelo NSS Labs pelo segundo ano consecutivo.

“Estamos muito satisfeitos com o reconhecimento da IDC, que coloca a Check Point como número um em vendas de appliances de segurança deste último trimestre. Achamos que com as nossas appliances e com a arquitectura Software Blade oferecemos as soluções de segurança mais amplas disponíveis no mercado”, conclui Shwed.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário