Check Point apresenta primeiros resultados fiscais de 2013

7304
0
Share:

A Check Point Software Technologies Ltd. anunciou os seus resultados financeiros correspondentes ao primeiro trimestre de 2013, concluído no passado dia 31 de Março.

  • Facturação: 322,7 milhões de dólares, o que representa um crescimento interanual de 3%
  • Receitas de exploração (Não-GAAP): 189,1 milhões de dólares, 59% das receitas
  • Lucro por acção (Não-GAAP): 0,79 dólares, com um crescimento interanual de 7%.
  • Fluxo de tesouraria: 331,4 milhões de dólares, o que representa um crescimento interanual de 20%.

“No primeiro trimestre do ano, avançámos significativamente na prevenção de ataques com a introdução da nova solução Threat Emulation Software Blade, que previne as infecções por vulnerabilidades desconhecidas, bem como ataques de dia zero ou dirigidos. Também obtivemos o reconhecimento pela nossa liderança em segurança por parte da Gartner, IDC e NSS Labs. Este reconhecimento vem validar o posicionamento dos nossos produtos e a nossa dedicação em proporcionar a melhor segurança aos nossos clientes“, sublinhou Gil Shwed, CEO e fundador de Check Point Software Technologies.

Principais metas financeiras do primeiro trimestre de 2013:

  • Facturação total: 322,7 milhões de dólares contra os 313,1 milhões do primeiro trimestre de 2012.
  • Receitas de exploração (GAAP): 177 milhões de dólares, contra 172,9 milhões do primeiro trimestre de 2012. A margem operativa GAAP foi de 55%, igual à do primeiro trimestre de 2012.
  • Receitas de exploração (Não-GAAP) 189,1 milhões de dólares em comparação com os 186,7 milhões do primeiro trimestre de 2012. A margem operativa Não-GAAP foi de 59%, comparada com 60% do primeiro trimestre de 2012.
  • Receitas líquidas e lucro por acção (GAAP): 148,0 milhões de dólares em comparação com os 143,6 do primeiro trimestre de 2012. Os ganhos por acção foram de 0,73 dólares, contra 0,68 dólares do primeiro trimestre de 2012.
  • Receitas líquidas e lucro por acção (Não-GAAP): 159,3 milhões de dólares em comparação com os 156,9 milhões do primeiro trimestre de 2012. Os lucros por acção foram de 0,79 dólares, contra 0,74 dólares do primeiro trimestre de 2012.
  • Receitas diferidas: Receitas diferidas de 586,4 milhões de dólares a 31 de Março de 2013, face aos 542,2 milhões do primeiro trimestre de 2012.
  • Fluxo de tesouraria: 331,4 milhões de dólares contra os 275,3 milhões do primeiro trimestre de 2012.
  • Programa de Recompra de Acções: Durante o primeiro trimestre de 2013, a companhia recomprou 2,64 milhões de acções por um custo total de 131,6 milhões de dólares
  • Saldos de tesouraria e valores negociais: 3.523,4 milhões de dólares a 31 de Março de 2013, com um aumento de 402,2 milhões de dólares em comparação com os 3.121,2 milhões a 31 de Março de 2012.

Para obter informação a respeito das medidas financeiras não GAAP incluídas neste comunicado, por favor consulte a secção “Uso de Informação Financeira Não-Gaap” e “Conciliação de informação financeira GAAP e não-GAAP”.

Metas empresariais:

A Check Point continuou no passado trimestre a oferecer soluções inovadoras de segurança com a introdução de novos produtos avançados e uma tecnologia que protege tanto empresas como consumidores.

Threat Emulation Software Blade – Uma solução inovadora que previne as infecções dos novos exploits, ameaças desconhecidas e ataques dirigidos. Threat Emulation Software Blade inspecciona documentos suspeitos e emula a forma como se executam num meio virtual, para descobrir o comportamento malicioso e evitar que o malware entre na rede.

Compliance Software Blade – A primeira solução de conformidade integrada da indústria que aproveita uma ampla base de conhecimento sobre os requisitos regulamentares e as melhores práticas de segurança de TI, e que proporciona uma vista em tempo real da conformidade. O Compliance Software Blade assegura que as políticas de segurança estão alinhadas com as normas mundiais e comprova que se mantêm os níveis de segurança adequados – reduzindo os tempos de auditoria, melhorando a segurança e reduzindo os custos para as empresas.

Novo appliance Data Center: modelo 21700 – Proporciona a segurança líder do mercado e o melhor rendimento num chasis compacto de 2U, protegendo as grandes empresas e centros de dados com a premiada arquitectura Software Blade da Check Point. Oferece um rendimento do firewall de 78Gbps e de 25Gbps em tráfego IPS, bem como um rácio de segurança de 2.922 unidades SPU (SecurityPower™). O 21700 é o terceiro modelo da série 21000 e aumenta o rendimento máximo em aproximadamente 50 por cento desde o seu lançamento.

Novos appliances 1100: Segurança de nível corporativo num formato compacto desktop – proporciona uma segurança de classe empresarial num dispositivo desktop compacto, ideal para pequenas sucursais e escritórios remotos. Pela primeira vez, os pequenos escritórios podem beneficiar da arquitectura completa Software Blade por menos de 1000 dólares.

ZoneAlarm Security Products 2013 – Os novos produtos 2013, que são compatíveis com Windows 8, são os primeiros a integrar um Facebook Privacy Scan e as tecnologias Do Not Track. Os produtos ZoneAlarm também oferecem um melhor rendimento e segurança através das suas avançadas capacidades de firewall e antivírus. 


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário