Check Point anuncia resultados do terceiro trimestre de 2013

8448
0
Share:

A Check Point anunciou os resultados financeiros do terceiro trimestre de 2013, terminado a 30 de Setembro.

  • Faturação: 344,1 milhões de dólares, o que representa um crescimento homólogo de 4%.
  • Receitas de exploração não-GAAP: 200,8 milhões de dólares, com uma margem operacional de 58%.
  • Lucro por ação não-GAAP: 0,85 dólares, 8% de crescimento interanual.
  • Rendimentos diferidos: 566,8 milhões de dólares, mais 12% face ao período homólogo.

“Estamos muito satisfeitos com os bons resultados obtidos no terceiro trimestre. As receitas e os ganhos por ação para o trimestre ficaram ao nível das nossas melhores expectativas, o que reflete a força do nosso negócio”, afirma Gil Shwed, fundador, presidente e CEO da Check Point Software Technologies. “As novas famílias de appliances lançadas recentemente foram recebidas com entusiasmo pelos nossos clientes e voltámos a ter outro trimestre de forte crescimento”.

Resultados financeiros do terceiro trimestre de 2013

  • Faturação: 344,1 milhões dólares, mais 4% que os 332,4 milhões do terceiro trimestre de 2012.
  • Receitas de exploração GAAP: 186,5 milhões de dólares, um aumento de 2% face aos 182,6 milhões do terceiro trimestre de 2012. A margem operacional foi de 54%, contra os 55% no terceiro trimestre de 2012.
  • Receitas de exploração não-GAAP: 200,8 milhões de dólares, um aumento de 3%, em comparação com os 195,6 milhões obtidos no terceiro trimestre de 2012. A margem operacional não-GAAP foi de 58%, contra os 59% do terceiro trimestre de 2012.
  • Receitas líquidas e lucro por ação GAAP: As receitas líquidas GAAP foram de 159,7 milhões de dólares, com um aumento do 5%, em comparação com os 152,4 milhões do terceiro trimestre de 2012. Os ganhos GAAP por ação foram de 0,80 dólares, mais 10% que os 0,73 do terceiro trimestre de 2012.
  • Receitas líquidas e lucro por ação não-GAAP: As receitas líquidas foram de 168,9 milhões de dólares, com um aumento de 3% em comparação com os 164,1 milhões no terceiro trimestre de 2012. Os ganhos não GAAP por ação foram de 0,85 dólares mais 8% que os 0,79 dólares do terceiro trimestre de 2012.
  • Receitas diferidas: A 30 de setembro de 2013, a Check Point obteve receitas diferidas de 566,8 milhões de dólares, mais 12% que os 505,9 milhões de dólares atingidos a 30 de setembro de 2012.
  • Cash flow: o cach flow por operações foi de 195,5 milhões de dólares, um aumento de 8% em comparação com os 180,4 milhões do terceiro trimestre de 2012.
  • Programa de Recompra de Ações: Durante o terceiro trimestre de 2013, a companhia recomprou 2,3 milhões de ações a um custo total de 128,3 milhões de dólares.
  • Saldo de liquidez e valores negociais: 3.664,3 milhões de dólares a 30 de setembro de 2013, mais 417,5 milhões face aos 3.246,8 milhões do período homólogo.

Principais metas empresariais

Durante o trimestre foi lançada a última versão da arquitetura Software Blade que incorpora a solução Threat Emulation à plataforma. Foi, ainda, ampliado o alcance da família de appliances dirigida a data centers:

  • Check Point Security Gateway R77 – Conta com mais de 50 melhoramentos ao produto, incluindo o novo serviço ThreatCloud Emulation, Check Point HyperSpect™, a tecnologia que melhora o desempenho, e Check Point Compliance Software Blade. A R77 permite aos clientes terem uma plataforma de segurança integral para atingir um elevado nível de segurança com um custo de propriedade mais baixo.
  • Check Point Threat Emulation – Check Point Threat Emulation previne as infeções de “ exploits” desconhecidas, bem como ataques de dia zero e dirigidos. Esta inovadora solução inspeciona rapidamente os ficheiros e executa-os num meio virtual seguro (sandbox) para descobrir comportamentos maliciosos e prevenir a entrada de malware em toda a rede. O Threat Emulation está disponível como Software Blade ou através do Private Cloud Emulation Appliance
  • Appliaces 13500 para data centers – A Appliance 13500 aproveita a tecnologia Check Point HyperSpect™, que maximiza a utilização do hardware, e oferece 23,6 Gbps de rendimento real do firewall, 5,7 Gbps do IPS e uma classificação de 3.200 unidades SecurityPower™ (SPU).

Reconhecimentos da indústria:

Líder no Quadrante Mágico da Gartner para a Gestão Unificada de Ameaças – A Check Point posiciona-se como líder no Quadrante Mágico da Gartner para a Gestão Unificada de Ameaças (UTM). Este é o terceiro ano consecutivo que a companhia está no quadrante de líderes.

Líder no Quadrante Mágico da Gartner para Mobile Data Protection – A Check Point posiciona-se como líder no Quadrante Mágico da Gartner para Proteção de Dados Móveis (MDP). A companhia está no quadrante de líderes há já sete anos consecutivos.

Primeira posição mundial no mercado de “Combined Firewall and UTM Appliances” – A Check Point continua a ser o fabricante número um em todo mundo em termos de receitas nesta categoria no segundo trimestre de 2013, de acordo com o estudo da IDC “Worldwide Quaterly Security Appliance Tracker Q2 2013”.

Gil Shwed conclui: “A introdução do Threat Emulation na arquitectura R77 permite às empresas e organizações de todos os tamanhos protegerem as suas redes de ficheiros maliciosos utilizados pelos ataques APT mais sofisticados. A liderança e a inovação das nossas soluções de segurança são reconhecidas pelas empresas de análise de mercado e subscritos pelos nossos clientes”.

 Webcast para investidores

A Check Point organizou uma conferência telefónica com a comunidade investidora no dia 21 de outubro de 2013 às 8:30 am ET / 5:30 A MPT. Uma gravação da conferência estará disponível a partir de 28 de outubro de 2013 no site da companhia ou por telefone no +1.201.612.7415, marcando o número de identificação 422171.


Share:

Deixe o seu comentário