16102 0

Carlos Gonçalves orador na prestigiada conferência anual de Global Workspace Association

O Avila Business Centers marcou presença na prestigiada conferência anual Global Workspace Association (GWA), a maior associação internacional do setor, e que reúne centros de escritórios, espaços de coworking e centros de escritórios virtuais. Foi Carlos Gonçalves, CEO da empresa, que representou o tecido empresarial português como orador numa palestra que incidiu sobre aplicações para dispositivos móveis no mercado dos espaços de trabalho, onde se inserem os modelos de negócio de arrendamento de escritórios, de espaços de coworking ou de salas de reuniões.

Na pioneira a nível internacional, assumindo-se como a única aplicação de escritório virtual disponível gratuitamente na app Store da Apple e no Google Play, para dispositivos Android. Até ao final do ano está previsto o lançamento do myOffice no Market Place do Windows, com o lançamento do Windows 8. Foi pois dado o primeiro passo na estratégia de internacionalização deste produto num modelo de software as a service (Saas), em parceria com as empresas portuguesas Swipe Twice e Waterdog mobile. O mercado norte-americano é agora, e mais que nunca, um desafio e uma oportunidade para o myOffice, uma plataforma online que permite que os clientes estejam sempre em contacto com o seu escritório, através da Net ou do telemóvel (SMS).

Nesta edição da conferência anual Global Workspace Association estiveram presentes mais de três centenas de pessoas, profissionais das mais variadas áreas, das quais se destacam representantes de empresas operadoras de Centros de Negócios, brokers e fornecedores de equipamento para escritórios e espaços empresariais. Foi a primeira vez que um responsável de um Centro de Negócios português foi convidado como orador para esta conferência, que teve também participantes de mercados da América Latina e da Ásia, onde o myOffice tem despertado o interesse de vários operadores de Centros de Negócios e espaços de coworking, pelo seu carácter único e inovador.

Sediada em solo norte-americano, mais precisamente em Irvine, no Estado da Califórnia, a Global Workspace Association reúne centenas de centros de escritórios de todo o mundo e tem sido ultimamente alvo de um destaque especial sobretudo devido à adesão de diversos espaços de coworking. Trata-se de um conceito que marca uma nova tendência no mercado e que é cada vez mais utilizado por um número cada vez maior de empresas, mais especificamente por profissionais freelancers e por empresas que se encontram ainda na sempre delicada fase de start-up.

De volta a Portugal, Carlos Gonçalves explicou que esta «foi uma excelente oportunidade para trocar experiências e adotar boas práticas na nossa área de atividade». Aproveitando a hipótese de exposição dos seus produtos e soluções, o CEO da empresa garantiu que «os Estados Unidos da América são um dos mercados para onde o myOffice será exportado a curto prazo, pelo que esta nossa intervenção não podia ter sido mais oportuna».


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Schneider Electric lança StruxureWare Data Center Operation v7.4

A Schneider Electric lançou o StruxureWare Data Center Operaton v7.4, que inclui novas capacidades e acesso a inteligência operacional, para um equilíbrio ideal entre alta disponibilidade e picos de

Seedcamp investe em mais três startups Portuguesas

O Seedcamp trazido para Portugal pela Beta-i, investiu em mais três startups nacionais (Popcorn Metrics, Zercatto e Cashtag) após a presença destas no Seedcamp Lisboa e na final

NEC lança Series P e V equipadas com Raspberry Pi

A NEC Display anuncia as séries P e V, uma gama de ecrãs profissionais MultiSync, de grande formato, para sinalética digital e utilização em apresentações. Os novos ecrãs

Mulheres são mais activas do que os homens nas aquisições online

As mulheres são mais activas do que os homens nas aquisições online e o preço é um dos factores críticos de sucesso mais valorizado pelos consumidores, no processo

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *