Canon renova patrocínio mundial com a World Press Photo

9680
0
Share:

Na recente abertura da exposição da World Press Photo em Londres, a Canon assinou a renovação da sua parceria mundial com a World Press Photo Foundation, por um novo período de três anos. Este novo contrato marca também o 20º aniversário de colaboração entre as duas organizações no sentido de capacitarem os fotógrafos a contarem histórias.

Promover o fotojornalismo, apoiar os fotojornalistas

A World Press Photo, organização independente, sem fins lucrativos, foi fundada em 1955 e é universalmente reconhecida como o concurso internacional mais importante para fotojornalistas, estabelecendo um padrão para a profissão. Atraindo milhares de fotógrafos profissionais, o concurso oferece um ponto de vista exclusivo sobre as questões globais e os eventos. Além do concurso de fotografia anual, as atividades da fundação incluem a organização de um concurso anual de multimédia, programas de exposições itinerantes, estimulação do fotojornalismo através de programas educacionais e a criação de uma maior visibilidade para a criação de histórias documentais, através de uma variedade de publicações.

1992-2012: 20 anos de parceria

A Canon é parceira mundial da World Press Photo desde 1992 e, à medida que o mercado onde os fotojornalistas mostram as suas histórias continua a evoluir, o poder da imagem continua a ser tão importante e influente como antes. O relacionamento de longa data da Canon com a World Press Photo é alimentado pela paixão da Canon em habilitar os fotógrafos a contar as suas histórias. Ao unir forças, ambas as entidades ajudam a cultivar o talento dos fotojornalistas que contam histórias – histórias marcantes que podem abrir os nossos olhos e inspirar a uma maior compreensão do mundo que nos rodeia.

O Diretor da World Press Photo, Michiel Munneke, disse que: “Fomos capazes de crescer e expandir as nossas atividades nos últimos 20 anos, graças ao apoio da Canon. Apreciamos o seu contínuo compromisso com o nosso trabalho, especialmente no atual clima económico. Uma das muitas iniciativas que criámos foi o Joop Swart Masterclass e, todos os anos desde 1994, reunimos 12 jovens promissores fotógrafos com algumas das pessoas mais experientes em fotojornalismo, por forma a partilhar o seu conhecimento e experiência. Muitos dos participantes são hoje fotojornalistas e fotógrafos documentais. Temos orgulho em ter sido capazes de dar um impulso importante às suas carreiras, através das masterclasses, estimulando assim padrões elevados na prática atual e futura desta profissão. ”

James Leipnik, Diretor de Comunicação da Canon Europa, Médio Oriente e África, disse que: “As imagens são uma parte, cada vez mais importante, do jornalismo – a fotografia tem o poder incomparável de dar vida às histórias e de gerar respostas emocionais naqueles que as veem por todo o mundo. Estamos orgulhosos por poder continuar a nossa longa associação com a World Press Photo Foundation, algo que reflete a nossa paixão constante em oferecer inovação à imagem, capacitando os fotojornalistas líderes mundiais a captar e a partilhar imagens fortes “.

Para assinalar a renovação deste patrocínio, a Canon produziu para a exposição de Londres, um painel iluminado com seis metros quadrados com a foto vencedora do World Press Photo 2011, captada por Samuel Aranda, para o New York Times. A fotografia foi impressa em tecido de poliéster utilizando uma impressora Océ Arizona 550 XT, uma das impressoras de grande formato no portfólio do Grupo Canon.

 


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário