Bosch celebra aniversário de sistemas para veículos elétricos

14168
0
Share:

Passou um século desde que a Bosch apresentou o primeiro alternador regulador de potência para motores elétricos. Apesar de ter sido inicialmente desenvolvido para ser uma fonte de energia para o avanço tecnológico de faróis elétricos, acabou por se torna a base para a eletrificação automóvel. De facto, desde 1914, data em que a Bosch lançou o primeiro motor de arranque elétrico, e 1926, ano no qual foi introduzido no mercado a primeira unidade elétrica de limpa pára-brisas, que os lançamentos da Bosch têm sido seguidos por outros fornecedores elétricos.

O papel da Bosch tem vindo a ser de tal maneira crucial no desenvolvimento de sistemas elétricos cada vez mais adequados às necessidades do consumidor, que atualmente, os alternadores já fornecem toda a energia que um carro necessita, abastecendo uma multiplicidade de sistemas elétricos que não só tornam os carros apenas mais limpos e eficientes, como também os tornam mais seguros e confortáveis. Ao resumir o atual processo de desenvolvimento, Ulrich Kirschner, presidente da divisão Bosch Motors e Generators, explica que “os alternadores estão a tornar-se cada vez mais pequenos e, ao mesmo tempo, mais robustos e potentes”. Enquanto os primeiros alternadores disponíveis no mercado ofereciam uma potência de apenas 4 amps, a mais recente geração de alternadores da Bosch, denominada Power Density Line para veículos de passageiros, abrange quatro categorias de saída que variam de 130 a 250 amps.

Bosch torna-se fornecedor de sistemas

Mesmo sabendo ser uma estratégia de negócio arriscada, devido à unicidade do produto, até 1913 a Bosch desenvolvia apenas sistemas de ignição. Por esta altura, também o ritmo de desenvolvimento do mercado automóvel era acelerado, devido ao inicio da utilização diária de automóveis, o que fez com que, consequentemente, fosse essencial a utilização de um sistema de iluminação seguro e de confiança. Sendo um dos principais fornecedores automóvel em todo o mundo, a Robert Bosch aproveitou, desta forma, o crescimento acelerado do mercado e, em 1913, o sistema de iluminação automóvel já se encontrava pronto para produção em série. O pacote de venda consistia em dois faróis, o alternador, a bateria e um regulador de potência.

O alternador tinha apenas uma função: fornecer energia à bateria que, por sua vez, iria garantir o funcionamento seguro dos primeiros faróis elétricos. Este primeiro sistema de iluminação abriu caminho para que a Bosch se tornasse um fornecedor de sistemas e empresa líder no segmento automóvel. Tendo em conta o elevado número de consumidores de veículos em todo o mundo, sem os constantes melhoramentos realizados pela Bosch ao nível da eficiência, seria necessário que os alternadores atuais pesassem o mesmo que um carro ligeiro de forma a fornecer toda a energia necessária para fazer face aos sistemas elétricos mais modernos.

Bosch torna possível ter janelas e veículos elétricos

Além de sua extensa gama de alternadores para automóveis de passageiros e veículos comerciais, a Bosch disponibiliza uma panóplia de gamas elétricas que vão desde pequenos dispositivos para assentos e janelas, a motores elétricos potentes para veículos híbridos e elétricos. Estes últimos geram corrente elétrica e são utilizados simultaneamente para efeitos de propulsão. Kirschner é confiante: “Os sistemas de transmissão elétrica irão tornar os carros ainda mais eficientes e confortáveis no futuro”.

Em Portugal, a Bosch conta com quase 100 anos de experiência no desenvolvimento e fabrico de motores de arranque e alternadores. Um conhecimento que proporciona muitas vantagens – não só para os condutores como também para as oficinas. Todas as peças são fabricadas de acordo com as especificações estabelecidas para o Equipamento Original e saem para o mercado ao mesmo tempo que se inicia a produção da série, sendo Portugal um dos principais mercados para este segmento empresarial.

Fornecedor automóvel mais admirado em 2013

Tendo investido ao longo destes últimos 100 anos na mobilidade sustentável e em sistemas inovadores e cada vez mais eficientes, os esforços da Bosch têm vindo a ser reconhecidos em todo o mundo.

De facto, a empresa foi, nomeada pelo segundo ano consecutivo pela revista Fortune “Fornecedor automóvel mais admirado em 2013”, devido aos investimentos realizados na inovação da indústria de componentes automóvel.

A empresa ficou em primeiro lugar nos nove critérios de reputação da revista Fortune nas categorias de inovação, gestão de pessoas, utilização de ativos, responsabilidade social, gestão de qualidade, solidez financeira, investimentos a longo prazo, qualidade de produtos e serviços, e competitividade global.

“O reconhecimento da nossa empresa pela revista Fortune é uma prova do que os nossos colaboradores têm alcançado através da sua dedicação na manutenção excecional do serviço ao cliente e no desenvolvimento de produtos e serviços inovadores que melhoram e surpreendem a qualidade de vida das pessoas em todo o mundo”, congratula Dr. Volkmar Denner, presidente do conselho de administração da Robert Bosch GmbH. “Estamos bastante orgulhosos por termos sido incluídos na lista de empresas de sucesso”, conclui.

Para a distinção, foram inquiridos vários executivos, diretores e analistas em 687 empresas, de 57 setores e 30 países.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário