BLIP recruta “informáticos insatisfeitos

13288
0
Share:

A BLIP acaba de lançar a “Flipping Tables”, uma campanha destinada à procura de profissionais da área de engenharia informática, programação e software que estejam insatisfeitos com a sua situação laboral atual.

Através da “Flipping Tables”, a BLIP procura captar a atenção dos informáticos, apelando a uma mobilização e a uma “manifestação de revolta” por parte destes profissionais, que têm nesta iniciativa uma oportunidade de melhorar e diversificar as suas opções de carreira. Como tal, no website da BLIP é possível ter acesso a cerca de uma dezena de vagas de emprego na área da tecnologia.

Hélder Martins, Diretor da BLIP, considera que “os recursos humanos nacionais na área das tecnologias de informação são uma mais-valia para a empresa” e, nesse sentido, a BLIP procura valorizar esses profissionais, dando-lhes oportunidade de trabalhar “numa empresa tecnológica portuguesa com dimensão e projeção mundial”. Hélder Martins realça a “projeção internacional que este sector da economia tem já hoje, será certamente incrementada com a vinda para Portugal da organização do Web Summit durante os próximos três anos”.

Recorde-se que a BLIP nasceu no Porto em 2009 em casa de um dos fundadores, esteve posteriormente incubada na UPTEC Parque de Ciência e Tecnologia da Universidade do Porto e desde 2015 já conta com mais de 220 colaboradores licenciados, e uma cultura que tem sido premiada consecutivamente desde 2012 pelo ranking Exame/Melhores Empresas para Trabalhar, tendo conquistado o 6º lugar em 2014.

Com um escritório de mais de 2.500 m2 no centro do Porto e condições únicas que incluem um saco de boxe, consolas, trotinetes, matraquilhos, ténis de mesa e ainda uma charrete que serve de cenário a reuniões one-to-one, a tecnológica BLIP é um caso de sucesso nacional.

A Blip é, desde Janeiro de 2012, um dos hubs tecnológicos da Betfair para todo o mundo.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário