Atos anuncia os vencedores de seu IT Challenge 2014

10648
0
Share:

A Atos nomeou Eirb Dev, da escola de engenharia francesa ENSEIRB-MATMECA, como a principal vencedora do seu terceiro IT Challenge global, cujo tema foi a criação de aplicações para melhorar a experiência do utilizador nos Jogos Olímpicos e Paralímpicos do Rio em 2016. Os dois outros finalistas vieram da Universidade de Colúmbia, nos EUA, e da Universidade de Loughborough, no Reino Unido.

O MOP! (My Olympic Plan), desenvolvido pela equipa Eirb Dev da ENSEIRB-MATMECA, foi a aplicação vencedora. Esta ajuda o utilizador a planear o seu dia de eventos desportivos e turismo segundo as suas preferências. A programação pode ser visualizada na forma de linha do tempo ou mapa e a aplicação guia o utilizador até ao destino. Os juízes ficaram impressionados com o projeto como um todo, que incluía um excelente material de apoio escrito e em vídeo, tendo concluído que a app oferece uma experiência de utilizador positiva, com uma aparência agradável e um código muito bem implementado e documentado, quer na app quer no servidor.

A equipa recebeu a medalha de ouro das mãos de Thierry Breton, presidente e diretor-executivo da Atos, numa cerimónia realizada hoje na sede da Atos em Bezons, Paris. Cada um dos membros da equipa Eirb Dev receberá uma viagem inesquecível a Barcelona. O prémio inclui o voo de ida e volta, a hospedagem e uma visita ao Centro de Excelência em TI para os Jogos Olímpicos da Atos, onde se encontrarão com especialistas da empresa, do COI, do CPI e do Comité de Organização Rio 2016 para discutir como é que a aplicação poderia ser ainda mais aperfeiçoada.

Num comentário sobre a qualidade das participações, Thierry Breton, Presidente e Diretor-Executivo da Atos, disse: “Ano após ano, ficamos impressionados com o talento dos estudantes concorrentes, o seu entusiasmo e criatividade, além da inegável qualidade das participações recebidas ao longo desta competição. Através da sua criatividade, as equipas demonstram com exemplos reais como viveremos no mundo conectado de amanhã e como, graças a um pensamento inovador, a informática pode, de facto, melhorar a forma como assistimos e usufruímos de eventos desportivos.”

O Platter, desenvolvido pela equipa da Universidade da Colúmbia, recebeu o segundo prémio. Esta aplicação propõe um mapa interativo e um localizador GPS, permitindo aos utilizadores encontrar lojas, restaurantes, paragens de autocarros, serviços de Primeiros Socorros, bem como as horas de funcionamento e os serviços disponíveis. Os juízes ficaram particularmente impressionados com o algoritmo desenvolvido para medir a densidade de pessoas, que usa a hora do dia e a capacidade do estabelecimento para antecipar o tamanho da fila nos diferentes locais.

A App Rio Fantasy, desenvolvida pela equipa Chocobo, da Universidade de Loughbourough, ganhou o terceiro prémio com a proposta de um atletismo de fantasia, desafiando os jogadores a criar uma equipa de atletas para competir com amigos e outros utilizadores em busca do ouro. Os juízes gostaram particularmente do design desta app e da maneira como esta estimula os espectadores a acompanhar desportos que normalmente não estariam na sua programação, simplesmente para conferir o progresso de sua equipa.

As três equipas receberam um Diploma da Atos comprovando as suas notáveis realizações e a chance de se candidatarem a um estágio altamente desejável na Atos.

O concurso deste ano teve o apoio do COI, do CPI e do Comité de Organização Rio 2016. O painel de jurados incluiu representantes dessas três organizações, assim como da Comunidade Científica da Atos – uma rede global formada por uma centena dos melhores business technologists da Atos.

A cada ano a Atos recruta cerca de 7000 engenheiros de todo o mundo. O IT Challenge faz parte da iniciativa Wellbeingwork da Atos e demonstra o objectivo da empresa em estimular e desenvolver talentos.

Para saber mais sobre o concurso (regras, prémios, universidades parcerias, os Técnicos e o Júri, a Atos e os Jogos Olímpicos e Paralímpicos), visite www.atositchallenge.net.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário