36375 0

“Ataque informático global pode custar 53 mil milhões”

A seguradora londrina Lloyd’s revelou à imprensa que um ataque informático global pode custar tanto à economia global como um desastre natural devastador.

Segundo o jornal The Guardian, as perdas médias de um ataque informático deste género e que impede que os sistemas sejam utilizados estimam-se em cerca de 53 mil milhões de dólares.

No entanto, as seguradoras não conseguem dar uma estimativa específica devido à complexidade dos ataques informáticos e à falta de dados históricos. Apesar disto, afirmam que um cenário ainda mais catastrófico podia chegar facilmente aos 121 mil milhões de dólares.

O estudo de onde foram retiradas estas conclusões analisou os potenciais danos que poderiam ser desencadeados por um ataque a um provedor de serviços na cloud, um dos alvos mais prováveis destes ataques.

A Lloyd publicou este estudo dois meses depois do WannaCryptor se ter tornado global, com um custo estimado de 8 mil milhões de dólares.

O relatório assinala ainda que a industria que pelas suas caraterísticas está mais em risco é a financeira, seguida pelo software, tecnologia e hotelaria.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Check Point lança Threat Extraction: ‘Zero’ malware em ‘zero’ segundos

A Check Point anuncia o lançamento do Threat Extraction, uma revolucionária abordagem que garante de forma proactiva que os documentos chegam a uma rede empresarial com “zero” malware

Check Point lança alerta sobre Bashware: a nova técnica para escapar às soluções de segurança

A Check Point anuncia a descoberta de uma nova técnica que permite a qualquer ciberameaça escapar aos controlos de cibersegurança mais comuns, como os antivírus de nova geração, as

Maioria dos utilizadores não sabe identificar uma mensagem de Phishing

O estudo “Percepção e conhecimentos das ameaças informáticas: O ponto de vista do consumidor”, elaborado pela Kaspersky Lab em conjunto com a O+K Research, conclui que 63% dos

Atos identifica as sete Áreas críticas de segurança em 2015

A universalização das TIC, a explosão da Internet e a mobilidade são alguns dos fenómenos que impulsionaram a transformação digital da sociedade e dos negócios. Mas, à medida

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *