22019 0

Alvo aposta no mercado dos Palop

A Alvo encontra-se a reforçar a sua estratégia de internacionalização, com a aposta no mercado dos PALOP.

Seguindo a sua estratégia de expansão concertada, a Alvo tem vindo a reforçar e ampliar a sua área de influência, levando até novos mercados a elevada qualidade da tecnologia nacional, que com a sua adequação à realidade empresarial de cada país, tem motivado a conquista crescente de novos clientes. O mercado dos PALOP é um exemplo da viabilidade desta estratégia de actuação, em que Alvo tem crescido significativamente e que representa um factor crítico de sucesso sobretudo no actual momento de contração económica nacional.

Assim no que se refere ao mercado Angolano, os clientes da Alvo são designadamente a KPMG Angola, a Cimianto/Lupral e há pouco tempo o Grupo Vernon. Relativamente ao mercado Moçambicano, a Alvo esteve presente em vários projectos dos quais de destacam clientes como Vale Moçambique e Galp Energia.

Para além disto, também foi estabelecida uma parceria com a Cofimática (empresa de direito moçambicano) com a qual a Alvo tem realizado projectos conjuntos, como por exemplo o projecto da CDN – Corredor de Desenvolvimento do Norte, SARL, um consórcio responsável pela construção da linha férrea entre Tete e o porto de Nacala e Malawi.

Por último, no mercado de Cabo Verde, a Alvo participou em projectos no Hotel Morabeza, nos Hotéis Oásis Atlântico e na Enacol.

“Os mercados dos PALOP têm grande potencial de crescimento, nomeadamente o de Angola e Moçambique, por serem os que neste momento oferecem as melhores condições de crescimento a nível interno e este factor aliado ao facto de a Alvo ter participado em diversos projectos nestes mercados, conjugado com o know-how, o software e serviços que oferece aos seus clientes colocam-na numa posição favorável para conquistar novos clientes e novos projectos” disse Carlos Couto, Director Geral da Alvo.

“Obviamente que apesar desta nossa vertente mais internacional, continuamos a apostar e a reforçar a nossa presença no mercado nacional, quer como novos softwares, quer com novos serviços, por forma a responder cabalmente às necessidades dos nossos clientes” acrescentou Carlos Couto, Director Geral da Alvo.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Paula Santos nomeada Gestora de Projetos da GSTEP

A GSTEP acaba de anunciar a contratação de Paula Santos como Gestora de Projetos EPM. No seu novo desafio profissional, Paula Santos será responsável pela gestão de projetos

Unicre cria solução de pagamentos via internet para PME

A solução Redunicre@payments,  lançada pela UNICRE e disponibilizada no âmbito do programa PME Digital, permite que qualquer empresa, independentemente da sua dimensão, receba pagamentos com cartão de crédito,

Sage Club – O novo programa que oferece uma mão-cheia de oportunidades

A Sage apresenta o seu mais recente projeto, o Sage Club – um programa destinado a clientes Sage que contempla vantagens exclusivas para as suas empresas e colaboradores,

10 Dicas Essenciais para tornar um Centro de Dados mais eficiente

Para que os centros de dados profissionais sejam mais eficientes no uso que fazem da energia é necessário implementar uma série de enfoques operativos pragmáticos. Um dos elementos

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *