Altran tem novo diretor de Intelligent Systems

8096
0
Share:

A Altran Portugal nomeou recentemente um novo diretor de Intelligent Systems, que iniciou funções em março. Rodrigo Maia é mestre em engenharia eletrotécnica e de computadores pela Universidade de Coimbra e possui um Global Executive MBA pela IESE Business School da Universidade de Navarra. Tem 40 anos e acumula mais de 15 anos de experiência profissional com um percurso nacional e internacional diversificado.

“Este é, sem dúvida, um enorme desafio e uma grande oportunidade de crescimento. Trabalhar numa grande multinacional como a Altran, com uma presença marcante em muitos dos principais mercados, dá-me a possibilidade de desenvolver projetos de cariz internacional, em áreas de tecnologia avançada com grande exigência. Acredito que com a experiência que trago e com a equipa de alta qualidade que aqui encontrei, conseguiremos desenvolver e concretizar projetos muito interessantes, com elevado valor para o cliente e que acrescentem mais crédito à reputação de excelência da Altran”, afirma o novo diretor, Rodrigo Maia.

“Sabemos da importância dos intelligent systems, e em particular da nova geração de sistemas altamente conectados e integrados em ecossistemas onde a funcionalidade deixa de estar focada no dispositivo e passa a estar focada no ecossistema. Por esta razão, procurámos um profissional altamente qualificado e com provas dadas no mercado de trabalho, que trará, com toda a certeza, uma enorme mais-valia para a Altran”, reforça a diretora geral da Altran Portugal, Célia Reis.

Rodrigo Maia iniciou a carreira como professor assistente do departamento de engenharia eletrotécnica e de computadores no Instituto Politécnico de Tomar, sendo simultaneamente Investigador no Instituto de Sistemas e Robótica da Universidade de Coimbra, onde se especializou em áreas da robótica e sistemas embebidos distribuídos, aplicados aos Sistemas Inteligentes de Transportes. Em 2007 integrou a empresa Critical Software, onde exerceu funções de technical manager e posteriormente de real time & embedded area manager, onde liderou projetos de desenvolvimento e validação de software embebido para sistemas críticos em diferentes domínios entre os quais se destacam o aerospacial, o automóvel e o ferroviário, trabalhando com clientes como Thales Alenia Space, a Visteon e a GE Transportation.

Desde 2012 a sua carreira focou-se nas áreas da gestão e suporte ao desenvolvimento de negócio, tendo exercido funções como engineering manager da unidade de negócios de aeronáutica, espaço e defesa, onde foi responsável pela gestão de uma equipa com cem engenheiros, e posteriormente desempenhando as funções de principal engineer para o vertical da energia e mobilidade, contribuindo para a definição e consolidação da estratégia de mercado deste setor.

Como membro do Steering Board do Artemis-Industry Association, entre 2012 e 2015, Rodrigo Maia contribuiu para a afirmação da tecnologia nacional na área dos sistemas embebidos tendo ajudado a desenvolver o cluster de empresas portuguesas que participa na ‘European Technology Platform’.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário