17169 0

Alcatel-Lucent lança tecnologia revolucionária para redes baseadas em fibra

A Alcatel-Lucent  apresenta a primeira solução Time and Wavelength Division Multiplexed Passive Optical Networks (TWDM-PON) da indústria. Esta nova tecnologia de acesso fixo a banda ultra larga vai permitir que os operadores aumentem de forma transparente a capacidade das redes de fibra ótica existentes e responder às crescentes necessidades de dados dos clientes.

A Alcatel-Lucent e a Vodafone estão envolvidas no codesenvolvimento de TWDM-PON desde 2010 para testar potenciais cenários de implementação para esta tecnologia. Durante este tempo, as empresas contribuíram para a criação de standards para a mesma e completaram um teste que foi bem-sucedido.

As tecnologias TWDM-PON foram selecionadas como sucessoras das tecnologias atuais de Gigabit Passive Optical Networks (GPON). As TWDM-PON recorrem a quatro comprimentos de onda por fibra, conferindo um total de 40 gigabits por Segundo (Gbps), e podem suportar novas utilizações residenciais e empresariais que permitem aos operadores um retorno do investimento mais rápido e mais elevado quando comparado com as anteriores gerações de tecnologia PON.

Factos chave

  • As TWDM-PON permitem que um operador faculte diferentes serviços em cada comprimento de onda distinto. Os serviços residenciais, empresariais e mobile podem ser disponibilizados numa fibra única. Este facto permite a redução de custos e aumenta as oportunidades de receita, já que o operador pode garantir outros serviços na mesma infraestrutura.
  • Cada fibra pode ser configurada de forma flexível para permitir serviços ao cliente que variam entre alguns megabits por segundo até 10 gigabits por segundo.
  • Uma vez que as TWDM-PON podem coexistir com a tecnologia PON atual, elas oferecem uma forma simples e com uma boa relação custo/benefício aos operadores, argumentos que estes podem usar para fazer evoluir as suas redes de acesso de fibra existentes.
  • Esta tecnologia permite ainda o modelo ‘pay as you grow’, facultando aos operadores a hipótese de aumentarem a largura de banda de forma simples, acessível e à medida das suas necessidades.
  • O multiplexing do comprimento de onda significa que os diferentes operadores podem facilmente partilhar a mesma infraestrutura. Esta característica consegue dinamizar a concorrência (uma rede municipal pode por exemplo ser alugada a diferentes provedores de serviços) ou a cooperação (os operadores podem fazer investimentos conjuntos numa rede de fibra partilhada de forma a melhorarem o tempo de implementação de banda ultra larga).
  • A tecnologia TWDM-PON é suportada pela pedra basilar do portfolio de banda ultra larga fixa da Alcatel-Lucent, a solução 7360 Intelligent Services Access Manager FX, que assegura de forma transparente a evolução da rede. A Alcatel-Lucent está a apresentar ainda a sua nova unidade de rede ótica TWDM-PON de 4 portas com suporte para um bitrate simétrico de 10Gbps. Os produtos estarão disponíveis no primeiro trimestre de 2015. 

Matt Beal, do Vodafone Group, referiu: “Os indivíduos e as empresas estão a revelar uma crescente procura por acesso ultra rápido a dados e a serviços em redes fixas e móveis. A TWDM-PON é a tecnologia revolucionária que nos vai dar um maior controlo da capacidade de rede e uma maior flexibilidade no provisionamento de novos serviços. Trabalhámos lado a lado com a Alcatel Lucent para desenvolver a tecnologia e estamos ansiosos por avaliá-la na nossa rede em Espanha”.

Federico Guillén, Presidente do negócio de Redes Fixas da Alcatel-Lucent, explicou: “Nos últimos quatro anos, a Alcatel-Lucent e a Vodafone trabalharam juntas para desenvolver a tecnologia PON. A nossa primeira solução TWDM-PON reflete essa colaboração. A Alcatel-Lucent está totalmente dedicada a um programa de inovação; somos há muito os líderes tecnológicos tanto em tecnologias de acesso fixo de cobre e de fibra e estamos a cimentar esta posição com este novo desenvolvimento de PON. A Vodafone desempenhou um papel vital na preparação de TWDM-PON como um standard aceite pela indústria, olhando para a sua potencial utilização nos diferentes países tanto em cenários de operações fixas como móveis”.

Julie Kunstler, Principal Analyst, Intelligent Networks, com Ovum, afirmou: “A TWDM-PON promete um retorno do investimento significativamente maior quando comparada com gerações anteriores de tecnologias de acesso de fibra. A sua maior capacidade e flexibilidade suportam mais do que serviços com largura de banda mais elevada; disponibiliza a plataforma para modelos operacionais e de negócio mais inovadores, tornando a TWDM-PON uma tecnologia extremamente interessante para operadores fixos e móveis”.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Prológica e CPC IS decidem fusão das suas operações nacionais

A Prológica e a CPC IS anunciaram a sua decisão de efetuar um processo de fusão das suas operações nacionais. A estrutura da nova organização, em definição pelas

Clientes e parceiros da QlikTech trocam aplicações de Business Discovery

A QlikTech anunciou a ampla adesão dos seus clientes e parceiros ao QlikMarket (market.qlikview.com), o seu mercado de aplicações web que providencia uma maneira fácil e interativa de adquirir e

OpenText anuncia novo Programa Global de Parceria para a Era Digital

A OpenText anunciou a transformação do seu Programa Global de Parceria, que ajuda os seus parceiros a simplificar, transformar e acelerar a distribuição de soluções, serviços e apoio aos

NEC e ASCAN lançam um serviço pioneiro de recolha inteligente de resíduos urbanos

A NEC Corporation está a desenvolver – em parceria com a ASCAN – uma solução de recolha inteligente de resíduos para a cidade de Santander, em Espanha. A

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *