19497 0

A Cloud, a produtividade e a redução de custos nas organizações nacionais

A Microsoft Portugal dá hoje a conhecer os resultados de um estudo que encomendou à IDC Portugal, sobre “O Papel das Tecnologias de Informação na Produtividade e Redução de Custos nas Organizações Nacionais” e que envolveu uma análise às 5000 maiores organizações em Portugal, incluindo a administração pública e o setor financeiro.

O Estudo, concretizado através de um inquérito que decorreu entre meados de fevereiro e início de março de 2013, teve como objetivo identificar os principais fatores que influenciam a produtividade nas organizações nacionais e a importância assumida e percecionada destes fatores, avaliando em simultâneo o impacto das TI e as perspetivas de adoção de serviços online e de ferramentas de produtividade.

De acordo com os dados recolhidos pela IDC, a maioria das organizações (90%) definiu a redução de custos como uma das principais medidas a adotar, sublinhando contudo que para manter a competitividade e ultrapassar o ambiente recessivo é fundamental melhorar a eficiência operacional, otimizar os processos de negócio e melhorar o desempenho da organização.

A Produtividade das Organizações Nacionais

O estudo da IDC Portugal procurou ainda analisar o impacto que um conjunto de iniciativas tecnológicas teve na produtividade dos colaboradores das organizações nacionais. Assim, e segundo os dados compilados pela equipa da IDC  Portugal, a introdução de computadores portáteis (91%) e a implementação de aplicações de produtividade de que é exemplo o Microsoft Office (90%) são as iniciativas tecnológicas que, segundo a esmagadora maioria dos inquiridos, tiveram maior impacto na produtividade dos colaboradores das organizações nacionais. Por outro lado, iniciativas tecnológicas como a implementação de soluções de videoconferência, de comunicações unificadas e de aplicações de gestão são ainda consideradas pelos inquiridos como tendo um elevado contributo para o crescimento da produtividade dos colaboradores das organizações nacionais.

A este nível, a grande maioria das organizações (70%) sublinha que a produtividade é um fator importante da estratégia das suas organizações, enquanto cerca de um quarto das organizações inquiridas refere que a produtividade é um fator determinante da estratégia.

Otimizar os processos de negócio (76%) de forma a assegurar a eficiência operacional e assegurar que os colaboradores da organização têm acesso à informação que necessitam e quando necessitam (73%) são elementos cruciais identificados como fundamentais para o crescimento da produtividade das organizações. Cerca de dois terços dos inquiridos no estudo referem, ainda, que maximizar a eficácia dos colaboradores no decorrer do desempenho das suas funções (59%) é outro dos aspetos determinantes para o aumento da produtividade nas organizações. Um número significativo de inquiridos (40%) refere, ainda, a colaboração e o foco nas atividades que interessam ao negócio das organizações, e cerca de um terço dos inquiridos referem também a necessidade de assegurar que os colaboradores da organização possam desenvolver as suas atividades em qualquer local.

Perspetivas de Adoção de Serviços Cloud Computing

A nova realidade de organização do trabalho vai, desta forma, influenciar a adoção de serviços de cloud computing no território nacional, nomeadamente no que diz respeito à adoção de aplicações de produtividade. Neste contexto, a maioria das organizações nacionais (58%) vê benefícios na adoção de serviços online de aplicações de produtividade, enquanto cerca de 25% das organizações nacionais não vê benefícios para a adoção deste tipo de serviços.

No que respeita à adoção e migração para soluções de cloud computing e real impacto na produtividade das organizações, a opinião é unânime, com cerca de 40% das organizações nacionais a afirmar já terem adotado formas de trabalho residencial (em part-time ou ad-hoc) e cerca de 25% das organizações nacionais a afirmar já terem fomentado o trabalho nómada. A maioria das organizações inquiridas sublinha, ainda, que o trabalho residencial e o trabalho nómada vão aumentar nos próximos anos, contrariamente ao trabalho convencional que vai diminuir.

No que concerne aos benefícios associados à adoção de serviços de cloud computing, a maior flexibilidade (66%), melhor sincronização entre diferentes equipamentos (49%), maior disponibilidade (48%) e redução de custos (48%) são os mais apontados pelos responsáveis das organizações nacionais. Por outro lado, a segurança, o custo da subscrição e as funcionalidades são os fatores mais valorizados pelos mesmos responsáveis e que motivam a utilização de soluções de produtividade baseadas na Web.

Entre as aplicações de produtividade implementadas nas organizações nacionais, as versões 2007 e 2010 do Microsoft Office são as mais populares, o que reforça o fato da maioria das organizações inquiridas já ter migrado ou esteja a planear migrar as suas aplicações do Microsoft Office para as novas versões – Microsoft Office 2013 e Microsoft Office 365 (32% e 8%, respetivamente).

Aumentar a produtividade dos colaboradores da organização e dar mais flexibilidade aos colaboradores são as razões apontadas pela maioria dos inquiridos para proceder à migração para a nova versão do Microsoft Office.  Importa ainda assinalar que fatores como a redução de custos, a sincronização entre diferentes equipamentos ou a possibilidade de aceder a atualizações constantes possuem algum peso na decisão dos responsáveis nacionais.

Para Marcos Santos, responsável pela área de Office e produtividade na Microsoft Portugal, “este Estudo revela realidades e tendências muito curiosas e que estão alinhadas com a estratégia e soluções de produtividade da Microsoft. A importância crescente da mobilidade, do acesso a informação em qualquer local e a evolução para o trabalho nómada e residencial aliada à evolução para o Cloud Computing são algumas das áreas que o novo Office aposta fortemente.”


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Estudo revela que a IBM é a primeira escolha em Hosted Private Cloud

De acordo com um estudo independente da consultora Forrester Research, a IBM é a empresa mais popular na área de Hosted Private Cloud (alojamento e gestão de clouds

Infor Anuncia Oferta Cloud para a Indústria de Equipamento

A Infor acaba de anunciar uma oferta baseada na cloud da sua suite de aplicações para a indústria do equipamento. Implementar aplicações Infor na cloud irá ajudar as empresas

Ricoh Lança Nova Gama de Multifunções de Escritório

A Ricoh Portugal lançou uma nova gama de equipamentos multifunções profissionais a preto e branco para escritórios e suporte até ao formato A3. Os três novos modelos, Ricoh

Malware Dorifel ataca informações financeiras

De acordo com os dados da Kaspersky Lab, mais de 3.000 de computadores em todo mundo foram já infectados pelo malware Dorifel nas últimas semanas. O malware encripta

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *