72% dos portugueses já fazem compras na Internet

8712
0
Share:

Segundo uma análise recente do Observador Cetelem, o consumo 2.0 é uma tendência transversal a toda a Europa. Entre 2011 e 2012, o mercado do e-commerce europeu passou de 254 mil milhões de euros para mais de 305 mil milhões, uma progressão superior a 20%. Em Portugal, 79% dos consumidores espera fazer compras através da Internet no futuro, um aumento face aos 72% atuais. Nesta análise, o Observador Cetelem apresenta um novo consumidor europeu, fruto da crise económica e do advento da revolução tecnológica.

O e-commerce tornou-se numa realidade que agita muitos modelos de distribuição e que permitiu o aparecimento de intervenientes mundiais em poucos anos. Entre 2009 e 2011, o número de empresas comerciais – bens e serviços – na Internet aumentou 26,5% (fonte: Comissão Europeia, Digital Agenda Scoreboard). Relativamente às compras feitas neste mercado, os Franceses, os Alemães e os Britânicos representam cerca de 70% do total europeu.

Apesar de uma motivação quase geral dos consumidores europeus para fazerem as suas compras online, 17% não aderirão ao e-commerce, percentagem que em Portugal chegará aos 21%. Segundo o estudo do Observador Cetelem, a necessidade de estarem in situ e a falta de confiança consequente, ainda é uma limitação incontornável desta forma de consumo.

Outro parâmetro analisado no estudo, é a questão do pagamento online. Na Europa Ocidental, os consumidores são ainda cépticos em relação a este modelo, muito mais do que na Europa de Leste, onde os receios residem na qualidade do produto, que não é verificável através do ecrã do computador. Conclui-se, assim, que as lojas continuarão a ser indispensáveis no percurso de compra dos Europeus, serão sempre a montra que permite ver e tocar nos produtos antes de os encomendar através da Internet.


Share:

Deixe o seu comentário