21922 0

Zarph lança gama de equipamentos de pagamento

A Zarph lança a TP6X4, um conjunto de três novos equipamentos de pagamento, que vem responder às necessidades das empresas que procuram otimizar a gestão dos seus pagamentos. A solução portuguesa aceita múltiplos métodos de pagamento (numerário, cartões, móvel e MB Way) e pode ser integrada com qualquer software de faturação ou outra plataforma.  A TP6X4 adapta-se a qualquer ambiente de atendimento ao Cliente, de acordo com as necessidades de cada área de negócio. Foram definidos três ambientes base:

  • Em ambiente atendido onde o colaborador realiza toda a operação no equipamento atrás do balcão;
  • Em ambiente atendido, mas o colaborador não interage no momento da transação – O Cliente realiza a operação de pagamento diretamente no equipamento;
  • Ambiente não atendido, onde o cliente é completamente autónomo fazendo uma utilização em Self-Service.

Gerir pagamentos pode ser uma tarefa árdua para as empresas, qualquer que seja a sua dimensão. Por esse motivo, foram desenvolvidos três equipamentos, com dimensões e características técnicas diferentes que se adequam a vários tipos de negócio. Desde o pequeno ao grande retalho (como, restaurantes, cafetarias, híper e minimercados, farmácias, peixarias/talho, padarias, Fast Food); a lavandarias, bilheteiras, papelarias, serviços centrais (pagamentos de faturas de água, luz, etc.), são alguns negócios que podem beneficiar desta solução.Para qualquer tipo de negócio que gere pagamentos

 Resolve vários problemas do dia a dia

Problemas como diferenças de caixa, furtos internos, notas e moedas falsas e problemas de higiene relacionados com contaminação de produtos são coisas do passado. Tarefas manuais como contagem de caixa, preenchimento de relatórios e fecho de períodos são mitigadas, o que ajuda as empresas a redirecionar os seus recursos para tarefas que as máquinas não podem substituir –  apoiar e melhorar a experiência dos seus Clientes.

Um investimento que poupa dinheiro

A adoção desta tecnologia de pagamento diminui o tempo por transação, calcula automaticamente as disponibilidades necessárias de trocos e pode integrar um serviço de transporte de valores, o que reduz custos de recolha. A informação sobre todos os eventos ocorridos no equipamento está disponível numa plataforma web, que permite monitorizar e controlar remotamente o dinheiro e centralizar a informação sobre o negócio.

 


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Empresas portuguesas elegem a lenta recuperação da economia nacional como o maior risco para o negócio

As empresas portuguesas elegem a lenta recuperação da economia nacional como o maior risco para o negócio. A conclusão é do estudo da Aon Global Risk Management Survey

PRIMAVERA distingue parceiros em concurso de transformação digital

A tecnológica portuguesa PRIMAVERA BSS anuncia o vencedor do desafio de transformação digital lançado à sua rede nacional de parceiros, com o objetivo de estimular o desenvolvimento rápido

Bee Engineering lança nova imagem de marca

A Bee Engineering lançou uma nova imagem de marca, reforçando o seu posicionamento como consultora tecnológica. O “rebranding” faz-se ao quarto ano de sucessivo crescimento de clientes, colaboradores

Mercado global de smartphones resistentes em alta

Nos últimos anos, o crescimento do mercado de Smartphones tem registado uma redução significativa, no entanto, o segmento de smartphones ultra resistentes, gera várias oportunidades de crescimento na

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *