Fujitsu Anuncia Lançamento Mundial do Serviço Cloud K5 como Plataforma Aceleradora da Transformação Digital

19008
0
Share:

A Fujitsu anuncia hoje a disponibilidade global do seu serviço cloud IaaS e PaaS de próxima geração, o Fujitsu Cloud Service K5. Esta é a primeira plataforma de computação na cloud que permite a transformação digital através da integração perfeita de ambientes TI tradicionais em novas tecnologias baseadas na cloud. Isto acelera o desenvolvimento de aplicações e junta uma fiabilidade, desempenho e escalabilidade de nível empresarial com a eficiência de custo da tecnologia cloud baseada em open source.

Enquanto um dos elementos centrais da Fujitsu Digital Business Platform MetaArc, a K5 possui um conjunto abrangente de tecnologias concebidas para permitir que as organizações desenvolvam e implementem novas aplicações nativas da cloud – chamadas ‘Fast IT’ ou Systems of Engagement. Ao mesmo tempo, a K5 permite que os clientes explorem o valor das suas instalações tradicionais ou ‘Robust IT’, também conhecidas como Systems of Record, através de uma integração perfeita e consistente em novas aplicações cloud.

Como tal, a Fujitsu possibilita que as organizações capturem o valor dos seus sistemas legados quando modernizam os ambientes TI. Os clientes podem tirar partido das poderosas capacidades da K5 nas áreas de integração e desenvolvimento de aplicações, bem como das capacidades mais amplas da MetaArc em alavancar a entrega e gestão multi-cloud automatizada, que se estende por todas as plataformas cloud populares.

MetaArc e K5 facilitam a rápida criação e implementação de novas soluções

A Fujitsu está a fornecer a centelha para a inovação, uma vez que a sua plataforma MetaArc permite um rápido desenvolvimento de aplicações. Isto cria novo valor através da digitalização de serviços TI empresariais existentes, alcançando uma integração rápida e efectiva em novos ambiente TI híbridos. Ciclos de lançamento muito mais rápidos permitem que as organizações testem mais depressa e tragam novos serviços ao mercado, ou falhem depressa e possam recomeçar sem perder demasiada dinâmica. Graças à abertura do K5 e à capacidade da MetaArc correr e gerir volumes de trabalho em qualquer plataforma, os novos sistemas podem ser executados em clouds públicas ou nos ambientes dos próprios clientes.

A integração de tecnologia UForge – da UShareSoft, recentemente adquirida pela Fujitsu – no K5 System Factory Service ajuda a activar a migração e a implementação/lançamento automatizados de aplicações, e suporta todas as plataformas cloud líderes de mercado, tanto dentro como fora das instalações, e não apenas os serviços cloud Fujitsu. Esta funcionalidade permitiu que um cliente piloto da K5, uma das maiores empresas mundiais de telecomunicações, tivesse uma melhoria superior a 30 por cento em lançamentos frequentes, numa aplicação de facturação mission critical.

Aberta, ágil e compatível

Ao ter a coragem de se afastar de tecnologias proprietárias e aproximar-se de uma arquitectura baseada em open-source para o K5, a Fujitsu também alcança eficiências de custo anteriormente inatingíveis e abre a porta a Custos Totais de Propriedade (TCO) mais baixos. O K5 significa que as empresas podem reduzir significativamente a fidelização a uma marca, devido à arquitectura OpenStack subjacente – que é apoiada por nível de serviço (SLAs) robustos e créditos de serviço medidos a partir do momento em que surge qualquer problema, outra funcionalidade que distingue o K5 de outros serviços cloud.

Disponível em quatro modelos – cloud pública, cloud privada virtual alojada, cloud dedicada e cloud dedicada nas instalações – a K5 é a primeira arquitectura cloud ágil do sector a usar a mesma abordagem para todas as versões. Todas possuem uma disponibilidade de 99,99 por cento, SLAs e o suporte de nível verdadeiramente empresarial essencial para disponibilizar sistemas mission critical a partir da cloud.

A Fujitsu já está a transformar a sua TI interna, explorando serviços legados com novos sistemas para um rápido retorno do investimento, ao migrar mais de 640 sistemas de negócios e mais de 13.000 servidores para K5. Ao mesmo tempo, a Fujitsu está a apoiar a comunidade open source, através de contributos para o OpenStack centrados em melhorias de nível empresarial.

Disponibilidade da K5
O Fujitsu Cloud Service K5 já está disponível em todo o mundo. A plataforma cloud K5 pode ser disponibilizada como cloud privada sobre data centers nas instalações ou alojada pela Fujitsu, bem como cloud pública com suporte para cloud privada virtual. Já está totalmente operacional no Japão e a Fujitsu vai adicionar o primeiro nó dedicado europeu no Reino Unido em Julho, seguindo-se a Finlândia em Outubro, a Alemanha em Novembro e a Espanha no início de 2017. Em 2017, a implementação global da K5 continuará, com novos centros em Singapura, Austrália e Estados Unidos da América.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário