Connect with us

Software

23% dos utilizadores não actualizam os seus browsers

Patricia Fonseca

Publicado a

A Kaspersky Lab apresenta as principais conclusões do seu último relatório sobre web browsers, segundo o qual a maioria dos ciber-ataques actuais explora as vulnerabilidades existentes nas aplicações do browser propriamente dito, ou dos plug-ins instalados. É, portanto, extremamente importante que os consumidores mantenham o seu browser actualizado, com as últimas correcções de segurança e novas funcionalidades de protecção instaladas.

Para levar a cabo este estudo, a Kaspersky Lab analisou os diferentes browsers usados por utilizadores anónimos, através da Kaspersky Security Network, em Agosto de 2012. Para tal, utilizou um programa que rastreia os hábitos dos consumidores em tempo real, entre dez milhões de clientes em todo mundo.

As principais conclusões do estudo são:

• 23% dos utilizadores utilizam versões antigas do browser, criando enormes brechas na segurança do seu dispositivo: 14,5% dispõem da versão anterior, mas 8,5% ainda utilizam versões mais obsoletas.

• Quando é lançada a nova versão de um browser, decorre mais de um mês até que a maioria dos utilizadores faça a devida actualização. Os cibercriminosos são, assim, capazes de explorar vulnerabilidades conhecidas do browser numa questão de horas.
O Internet Explorer é o browser mais popular (37,8% dos utilizadores), seguido de perto pelo Google Chrome (36,5%). O Firefox está em terceiro lugar com 19,5%.
• A proporção dos utilizadores com a versão do browser mais recente instalada (Agosto de 2012) é de 80,2% no Internet Explorer,79,2% no Chrome , 78,1% no Opera  e 66,1% no Firefox .
• Os períodos de transição (tempo requerido para alterar para a versão mais recente) são: Chrome – 32 dias; Opera – 30 dias; Firefox – 27 dias.

Estar actualizado é fundamental para a segurança

Os dados do relatório mostram claramente que, ainda que a maioria dos utilizadores da Internet utilizem browsers actualizados, ainda existem dezenas de milhões de utilizadores que expõem a sua segurança por não actualizarem estas aplicações cruciais.

Ainda que este relatório seja principalmente composto por dados de consumidores, as empresas também devem prestar especial atenção a este problema. Se limitarem a instalação de actualizações aos seus colaboradores, correm o risco de o uso de software obsoleto se tornar numa prática comum e potencialmente perigosa, especialmente em redes empresariais.

Andrey Efremov, director de Investigação e Infra-estruturas Cloud de Whitelisting da Kaspersky Lab, destaca: “Este novo estudo expõe um panorama alarmante. Ainda que a maioria dos utilizadores faça a actualização do seu browser num espaço de um mês, cerca de um quarto dos utilizadores ainda não faz a transição nos tempos correctos. Isto significa que existem milhões de máquinas potencialmente vulneráveis, que podem ser atacadas com novas e conhecidas ameaças, evidenciando a necessidade de que o software de segurança seja capaz de reagir às novas ameaças em matéria de minutos, não em dias ou semanas “.

O relatório sobre o uso de browsers e tendências em segurança está disponível em: http://www.kaspersky.com/images/kaspersky_report_browser_usage_eng_final.pdf

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Clique para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Publicidade

Últimas Notícias

Notícias3 horas atrás

Sage partilha cinco dicas para acelerar o crescimento do negócio

Existe atualmente nas empresas a necessidade constante de continuarem a reposicionar-se e a reformular as suas estratégias na procura pelo...

Notícias3 horas atrás

CGI Open Finance permite impulsionar e alargar o novo ecossistema bancário

A CGI anuncia o lançamento da CGI Open Finance, uma solução criada para a nova vaga de serviços bancários digitais...

Notícias3 horas atrás

MetLife seleciona LUCEP como vencedora do desafio Collab 3.0 EMEA

A MetLife anuncia a eleição da Lucep como a startup vencedora do seu programa de inovação global COLAB 3.0 EMEA,...

Notícias6 dias atrás

Dell EMC oferece às médias empresas uma proteção de dados simples e poderosa ao menor custo

A Dell EMC anuncia a sua mais recente solução Integrated Data Protection Appliance (IDPA). Trata-se do novo Dell EMC IDPA...

Notícias6 dias atrás

Visa eleita ‘Marca de Confiança’ pelos portugueses

A Visa, foi considerada a “Marca de Confiança” dos portugueses na categoria de “Cartões de Crédito”, gerando o maior grau...

Notícias1 semana atrás

OutSystems ganha prémio de inovação pelo terceiro ano consecutivo

A OutSystems  foi considerada a Melhor Solução para Desenvolvimento Mobile em 2018 nos SIIA CODiE Awards. Estes prémios destacam empresas que,...

Notícias1 semana atrás

BI4ALL associa-se à DSPA

A BI4ALL é o novo membro da comunidade de associados da DSPA. Enquanto empresa líder no desenvolvimento de soluções de...

Notícias1 semana atrás

Opensoft aposta na Web Summit pelo terceiro ano consecutivo

A Opensoft vai marcar presença pela terceira vez consecutiva na maior conferência de tecnologia do mundo – a Web Summit...