Exclusive Group revela crescimento de 31%

11176
0
Share:

O Exclusive Group anunciou hoje um crescimento orgânico de 31% e receitas totais anuais pró-forma de 1,04 mil milhões de euros em 2015. Os resultados provam o sucesso da abordagem centrada no valor adotada pela empresa, a sua contínua dedicação à cibersegurança e às oportunidades de transformação dos datacenters, e ainda à inteligente estratégia de aquisições. O desempenho da companhia sublinha o seu momento de crescimento para além do marco de mil milhões de euros por ano – um objetivo alcançado dois anos antes do esperado.

“Damos agora os primeiros passos em território por desbravar, como a primeira empresa ‘Super VAD’ a reter e expandir o seu modelo de valor acrescentado numa base global”, referiu Olivier Breittmayer, CEO do Exclusive Group. “Desde o início desta viagem, duplicámos as receitas a cada dois anos, com uma estratégia que junta o crescimento orgânico acelerado e as ponderadas aquisições que suportam o nosso valor e as qualidades de conhecimento localizado para assegurar uma proposta única no mercado. E esta estratégia parece estar a agradar!”

Ajustado de forma a remover o volume de negócios de 2015 da Transition Systems – o VAD pan-asiático de cibersegurança adquirido em dezembro de 2015 – as divisões do core business do Exclusive Group foram responsáveis por receitas de 840 milhões de euros, uma subida de quase 200 milhões face aos resultados do ano anterior.

  • O VAD de transformação de datacenters, BigTec, viu as suas receitas aumentarem em 90% para mais de 70 milhões de euros e opera agora em mais de 12 países em todo o mundo, com planos para se expandir e servir o universo global Exclusive em 2016.
  • Os ITEC Exclusive Global Services revelaram-se muito bem-sucedidos na obtenção de negócios globais de grande dimensão e em acrescentar um significativo valor em particular aos distribuidores da Exclusive Networks.
  • A divisão de financiamento e de leasing Exclusive Capital expandiu-se para o Reino Unido, Bélgica, Luxemburgo e França. Em 2016, esta divisão vai dar início a operações em 4 a 6 novas regiões.

“A estratégia passa por preservar a nossa abordagem única, por continuar a apoiar o estilo empreendedor dos nossos colaboradores, por investir em novos serviços e perseguir oportunidades de aquisições que consigam alargar a nossa presença global, o nosso enfoque na especialização, e a nossa abordagem diferenciadoras”, acrescentou Breittmayer. “São estes os pilares da nossa visão 20:20, ou do que chamamos L’Esprit Exclusive, que vemos como único e como cerne para que continuemos a duplicar o desempenho até ao ano 2020!”.

Alguns destaques regionais:

  • Sólido desempenho na região do Norte da Europa e do Báltico (Nordics & Baltics), com um crescimento de receitas superior a 40%.
  • França e África revelaram uma performance saudável, com crescimento de 33% e 63%, respetivamente.
  • Na Europa do Sul (Península Ibérica, Itália e Turquia), o crescimento coletivo cresceu em 41%, sublinhando a força do negócio, mesmo tendo em consideração a lenta recuperação económica e outros desafios inerentes a esta região.
  • O Reino Unido continua a revelar uma saúde digna de destaque e vendas sólidas, com um crescimento anual de mais de 55%.
  • A região DACH apresenta um crescimento consolidado de mais de 26%, enquanto que o Médio oriente mantém a sua trajetória com um crescimento anual de mais de 28%.

Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário