21146 0

20% das perdas de produtividade estão associadas a desafios com documentos, revela IDC

De acordo com o novo White Paper solicitado à IDC pela OKI Europe Ltd., os desafios relacionados com documentos desperdiçam o tempo dos funcionários e contribuem para uma perda de 20% na produtividade anual, o que equivale a mais de 2 meses de trabalho. Esta situação está relacionada com o crescimento exponencial no acesso às informações, de acordo com o relatório, uma das principais tendências que segundo a IDC impulsionam iniciativas para melhorar a eficiência dos processos empresariais.

Intitulado “Os seus processos empresariais estão a obstruir as suas oportunidades de mercado? Impressão e gestão de documentos eficiente em termos de custos através de MFP Smart”, o White Paper foi desenvolvido por Jacqui Hendriks, Diretora da divisão de investigação e consultoria dos European Managed Print Services and Document Solutions da IDC.

No estudo são identificadas as principais tendências que impulsionam a evolução atual no local de trabalho. O relatório revela que, nos últimos anos, tem havido uma explosão no crescimento da capacidade de acesso e fornecimento de informações. De facto, a IDC afirma que o volume de dados que as empresas recebem terá aumentado seis vezes nos últimos cinco anos até 2015 e deverá continuar a um ritmo semelhante. O desafio para as empresas é compreender as informações a que têm acesso e fornecê-las da forma mais económica e mais rápida.

“Na era da Cloud, o avançado nível de funcionalidades que a nova geração de MFP Smart traz para o mercado pode ser fundamental, permitindo às empresas dar resposta às exigências da constante evolução a que assistimos nos locais de trabalho,” confirma Terry Kawashima, diretor-geral, OKI Europe Ltd.

O equilíbrio entre a necessidade de redução de custos operacionais e o aumento da produtividade é outro dos principais impulsionadores de muitas iniciativas no local de trabalho, aumentando o número de empresas que prestam mais atenção aos seus custos operacionais relacionados com a impressão e à procura de soluções que simplifiquem as suas atividades.

A terceira tendência de evolução significativa no local de trabalho identificada no White Paper é o impacto da crescente força de trabalho móvel, com a IDC a estimar que, em 2018, 75% dos funcionários estarão a trabalhar a partir de casa, através de dispositivos móveis, em viagem, a partir de instalações da empresa ou nas instalações do cliente. A crescente força de trabalho móvel, por sua vez, criou uma necessidade crítica de acesso “a qualquer hora e em qualquer local” a informações precisas e seguras.

Para dar resposta a estes requisitos, o estudo da IDC afirma que os MFP Smart devem permitir imprimir facilmente a partir de todos os tipos de dispositivos móveis. Estes também têm de proporcionar uma impressão segura a partir de dispositivos móveis para proteção contra quaisquer ameaças ou vírus, de forma a controlar o acesso e proteger a propriedade intelectual da empresa.

Os dispositivos que satisfaçam estes e outros critérios principais podem automatizar diversos processos e rapidamente proporcionar ganhos de produtividade para a empresa, de acordo com a IDC. Isto alinha os MFP Smart com os critérios de compra de 70% das empresas europeias que adotariam ferramentas de processamento automático para aumentar a produtividade dos funcionários.

O extenso portefólio de MFP Smart da OKI oferece às empresas uma gama de ferramentas para melhorar a forma como os documentos são tratados, geridos e processados numa organização ajudando a aumentar a eficiência. Em resposta às principais tendências no local de trabalho identificadas pela IDC, estes equipamentos multifunções de elevado desempenho combinam software sofisticado com tecnologia avançada. Os MFP Smart da OKI asseguram o mais alto nível de suporte para impressão segura a partir de tablets e smartphones, aumentam a produtividade e, simultaneamente, melhoram a entrada, produção e saída dos documentos, utilizando a plataforma sXP (smart Extendable Platform) incorporada da OKI.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

VISA

Pagar com cartão vai ser cinco vezes mais rápido

Pagar pequenas quantias com cartão em Portugal vai ser cinco vezes mais rápido. A revolução nos pagamentos que agora chega a Portugal através da REDUNICRE, em parceria com

Estudo Regus revela que 74% dos portugueses considera horário laboral fixo inadequado

As alterações nos padrões de trabalho estão a aumentar a pressão sobre os profissionais. Esta é uma conclusão de um estudo recente da Regus que inquiriu 22.000 colaboradores

Cisco apoia Girls in ICT Day com a iniciativa Girls Power Tech

A Cisco anuncia hoje o lançamento da “Girls Power Tech”, uma iniciativa com o propósito de orientar e apoiar o Girls in ICT Day – Dia Mundial das

Truewind fecha parceria com Highland Solutions e entra nos EUA

A Truewind acaba de assinar uma parceria com a norte-americana Highland Solutions para alargar a sua estratégia de internacionalização e de expansão de operações aos EUA. A meta

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *