20 Pessoas por dia foram apoiadas pela Siemens em Portugal em 2016

27808
0
Share:

Em 2016, no âmbito das atividades de responsabilidade corporativa da Siemens em Portugal, foram desenvolvidas ações com o objetivo de apoiar instituições como a Novo Futuro, Serve the City, Ajuda de Berço, Entreajuda, Helpo, Banco do Medicamento, Sonha Faz e Acontece, Plataforma de ajuda aos Refugiados, Legião da Boa Vontade, Junior Achievement, Aldeias SOS, Catica, entre outros, impactando no total 6.847 pessoas – o que corresponde a cerca de 20 pessoas por dia.

A responsabilidade social é um dos eixos estratégicos da empresa e, ao longo dos anos, a multinacional tem vindo a abraçar vários projetos para marcar a diferença em Portugal. A estratégia da Siemens neste campo passa, sobretudo, por fomentar a aprendizagem, disponibilizando ferramentas úteis para a sociedade e contribuir para o desenvolvimento do País.

“Orgulhamo-nos de referir que estamos no mercado com uma perspetiva “Business 2 Society” ou seja, acreditamos que o negócio só faz sentido se estiver ao serviço da sociedade” disse Joana Garoupa, diretora de comunicação da Siemens Portugal, acrescentando que “isto é válido se tivermos em consideração as áreas em que trabalhamos – Energia, Saúde, Indústria, Mobilidade e Infraestruturas –, todas com grande impacto na qualidade de vida de todos nós, mas também nos projetos sociais que apoiamos e que ajudamos a fazer crescer impactando positivamente a vida de milhares de pessoas”.

Na área do voluntariado, por exemplo, a Siemens Portugal voltou a superar-se e, em 2016, bateu um novo recorde em termos de horas. No ano passado, a empresa doou mais de 3,6 mil horas de voluntariado dos seus colaboradores a vários projetos e ações de cariz nacional, superando os números de 2015 em mais de 400 horas.

Recorde-se que a Siemens disponibiliza a todos os colaboradores 16 horas por ano para que estes possam participar em ações de voluntariado organizadas pela empresa.

Foram mais de 700 colaboradores da Siemens que serviram nos jantares do Serve the City, ajudaram na coleta de laranjas no Palácio de Queluz para oferecer a famílias carenciadas, através da Entreajuda, que participaram e angariaram fundos num Stock Market solidário organizado pela empresa, que recuperaram a Aldeia SOS de Bicesse, entre muitas outras iniciativas.

Já na área da educação, a Siemens recebeu 65 estagiários (curriculares e de Verão), que desempenharam funções nas áreas da eletrónica, Automação, Mecatrónica, Gestão e Administração, entre outras, tendo contribuído para que estes jovens dessem importantes primeiros passos nas suas vidas profissionais.


Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário