21534 1

Vitória da Microsoft protege dados armazenados fora dos Estados Unidos

Tribunal norte-americano decide a favor da Microsoft naquele que já é conhecido como o ‘Warrant Case’. Com esta decisão, a companhia não é obrigada a fornecer ao governo dos Estados Unidos dados armazenados no datacenter da Irlanda. Neste processo, a Microsoft sempre recusou a partilha desta informação uma vez que estava alojada num território fora dos Estados Unidos.

Para Brad Smith, Chief Legal Officer da Microsoft, esta decisão é extremamente importante por três razões: garante que os direitos de privacidade dos indivíduos estão protegidos pelas leis dos seus próprios países; garante que as proteções legais do mundo físico também se aplicam ao mundo digital; e abre caminho para novas soluções na área da privacidade e da aplicação da lei.

 Para saber mais sobre este tema, pode ver aqui o post de Brad Smith.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

NEC introduz melhorias na sua Solução de Gestão de Tráfego para maximização do retorno dos prestadores de serviços de comunicações

A NEC anuncia o lançamento de uma expansão da sua Solução de Gestão de Tráfego (Traffic Management Solution – TMS), que melhora a Qualidade de Experiência dos utilizadores

Estudo Kaspersky Lab: um único incidente de segurança online pode custar até 765.000€ a uma grande empresa

O custo de um único problema de cibersegurança numa grande empresa pode representar mais de 765.000 € de prejuízo, em média, para a organização. Esta é uma das

Tech Data aposta na formação de canal em Office 365, em parceria com a Galileu

A Tech Data em parceria com a Galileu, organizou e desenvolveu para o seu canal de parceiros diversos bootcamps, que se traduziram em sessões de formação no Office

Indra ganha contrato de 57 M€ na Argélia

A L’Algerienne de Gestion des Autoroutes (AGA), organização responsável pela administração, operação, manutenção e serviço da rede nacional de autoestradas da Argélia, adjudicou a um consórcio, liderado pela

1 Resposta

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *