23280 0

Securing Smart Cities: comunidade de apoio cresce três vezes em apenas um ano

Durante o ano passado, a comunidade que apoia e contribui para a iniciativa Securing Smart Cities, foi bem-sucedida no que respeita à consciencialização dos potenciais problemas de ciber segurança nas smart cities. A iniciativa tem vindo a publicar vários documentos que podem ajudar as autoridades das diferentes cidades a perceber Como Adotar as Tecnologias Smart City corretamente e como organizar um Departamento de Segurança Smart City. Foram realizadas, também, algumas pesquisas práticas e avaliações, cujas respectivas conclusões foram publicadas. Entre outras destacam-se As Principais Questões de Segurança das Smart Cities, os Problemas dos Sistemas de Vigilância e As Redes de Comunicação da cidade, bem como a sua vulnerabilidade a ataques de hackers.

Paralelamente, os representantes da Securing Smart Cities participaram em alguns dos eventos mais relevantes na área. Um representante da iniciativa brifou o governo dos E.U.A. sobre a segurança nas smart cities. Outro dos apoiantes teve oportunidade de ajudar a European Union Agency for Network na realização de dois estudos sobre as possíveis questões de segurança nos transportes públicos das smart cities.

No futuro, a Securing Smart Cities pretende continuar a aumentar a consciencialização e os alertas sobre as questões da segurança nas cidades, partilhando o seu conhecimento com as autoridades presentes nas mesmas através da publicação de guias de segurança e da realização de pesquisas efetuadas sobre diferentes áreas de segurança das cidades do futuro.

O aumento da consciencialização das questões da ciber segurança nas cidades é uma das necessidades mais pertinentes. As cidades continuam a evoluir, cada vez mais, numa perspetiva “inteligente” e incorporam, constantemente, novas tecnologias nas suas infraestruturas, ignorando, muitas vezes, a importância da ciber segurança. A Securing Smart Cities desempenha um papel fundamental na educação dos principais participantes, como governos, vendedores, profissionais, etc., sobre os atuais problemas da ciber segurança e sobre as possíveis soluções para as smart cities.

“Neste primeiro ano, a iniciativa cooperativa da Securing Smart Cities fez progressos substanciais – antes de abordarmos este tema, pouco tinha sido discutido, mas agora muito mais pessoas estão alerta relativamente às implicações da ciber segurança nas tecnologias das smart cities e começaram já a discutir as questões por nós levantadas. Embora estejamos ainda a começar e haja imenso trabalho pela frente, os resultados foram fantásticos e são um grande incentivo para continuarmos a trabalhar no sentido de ajudarmos cidades em todo o mundo a serem mais seguras e a protegerem melhor os seus cidadãos,” afirma Cesar Cerrudo, Membro do Conselho da Securing Smart Cities e CTO na IOActive.

“Uma coisa que aprendemos este ano foi que existe uma enorme necessidade de pesquisa na área da segurança das smart cities, à qual se deve dar prioridade. A comunidade Securing Smart Cities tem trabalhado bastante no sentido de criar mais pesquisas e, portanto, de evoluir nesta área mas ainda há muita coisa a ser feita. No geral, tivemos um ano com bastante sucesso. Os nossos documentos já estão a ser utilizados por líderes mundiais e por ‘decision makers’ no planeamento e desenvolvimento das suas estratégias, ainda assim queremos alcançar muito mais no próximo ano,” disse Mohammad Amin Hasbini, Membro do Conselho da Securing Smart Cities e Perito de Segurança na Kaspersky Lab.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Abertura de escritório em Dublin permite reforçar aposta europeia da NOESIS

A NOESIS anuncia  a  abertura  de  mais um escritório internacional, desta feita em Dublin, Irlanda. Numa fase inicial, a empresa irá focar a sua oferta no serviço de Quality

Henkel e Close the Gap unidas no combate ao “fosso digital”

A Henkel Ibérica acaba de lançar uma iniciativa que reforça o seu compromisso com a sociedade e, sobretudo, com os mais desfavorecidos. A companhia, por intermédio da ONG

Qlik Sense lidera o ranking de satisfação do cliente e valor para o negócio do estudo BARC BI 2016

A Qlik acaba de anunciar que a Qlik Sense lidera o ranking entre os maiores fornecedores internacionais de BI, nas categorias de satisfação de clientes e produto, experiência do cliente,

bi4all recebe prémio Empreender 2013

A bi4all foi uma das grandes vencedoras dos prémios Empreender, tendo obtido o primeiro prémio na categoria de Gestão, que distingue a organização que se destaca pelo seu

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *