Secretário de Estado da Indústria inaugura centro tecnológico da BOLD International


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

O secretário de Estado da Indústria, João Vasconcelos, inaugura na próxima quarta-feira, dia 30 de novembro, o novo centro tecnológico da BOLD International, empresa portuguesa de tecnologias. O novo centro está situado na Torre Fernão de Magalhães, Avenida D. João II, no Parque das Nações, em Lisboa, e conta com cerca de 120 colaboradores das áreas de consultoria em IT, soluções mobile, desenvolvimento de videojogos, internet of things (IoT) e marketing digital.

O evento de inauguração contará com a presença de personalidades do mundo tecnológico, entre clientes e parceiros institucionais da BOLD. No evento será ainda feita a demonstração de algumas das soluções mais inovadoras da empresa, entre as quais se destaca a Studo, uma a aplicação de televisão que venceu o concurso da Vodafone Power Lab, e está atualmente disponível na BOX da Vodafone; a Colara, solução mobile para coleção de “cromos digitais”, além da experiência de realidade virtual onde o utilizador está dentro de um avião/jato e pode interagir com alguns dos objetos.

A BOLD International é uma empresa portuguesa com 500 colaboradores (450 em Portugal e 50 no estrangeiro, sendo que 400 dos quais são engenheiros), que desenvolve a sua atividade em Portugal, no Brasil, Reino Unido, Suíça, Alemanha, Bélgica, Estados Unidos da América, Holanda, Suécia, Noruega, através do desenvolvimento de soluções tenológicas nas mais diversas áreas. Entre a sua carteira de clientes constam empresas como a NOS Inovação, Ageas, Cognizant, BNP Paribas, TAP, Thales, abril, Vodafone, Medicare, Lusíadas, entre outros.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *