14162 0

SAS líder no Magic Quadrant da Gartner na área de Digital Marketing Analytics

O SAS foi nomeado líder no primeiro relatório anual Magic Quadrant da Gartner na área de Digital Marketing Analytics, destacando-se a flexibilidade, otimização e robustez das suas soluções disponibilizadas no mercado.

Nos últimos anos o marketing digital evoluiu muito e, cada vez mais, os consumidores procuram e exigem um atendimento diferenciado e personalizado. A experiência do cliente determina o seu grau de satisfação, sendo certo que quanto mais informação as empresas têm sobre os clientes, mais acertada e cirúrgica será a sua oferta.

A proliferação de canais digitais existentes assim como a grande variedade de dispositivos representam um enorme desafio para os CMO já que, se por um lado, conseguem aceder a muita informação e dados deixados pela chamada “pegada digital”, por outro, há que saber trabalhar esse ativo, com as ferramentas certas, o que está provado ser essencial para o processo de tomada de decisão das empresas.

No caso específico do SAS, a Gartner considerou que as soluções disponibilizadas pela empresa norte-americana permitem ter otimizações matemáticas flexíveis e acessíveis para os marketers. Fruto de anos de experiência em disponibilizar soluções analíticas globais, estas permitem que o SAS apresente uma visão estratégica de disponibilizar um hub com dados de marketing, em torno de uma visão unificada, e através de múltiplos-canais, do cliente.

Isto fez com que a Gartner reconhecesse como principais pontos fortes (da solução de Digital Marketing Analytics do SAS):

Analíticas Avançadas: desde as clássicas analíticas preditivas; à modelagem e previsão de marketing mix; análise do processo de compra; segmentação, simulação, decisão e análise de texto; o SAS disponibiliza uma ampla gama de ferramentas de análise relevantes para o marketing numa única solução.

Robustez e flexibilidade: o SAS oferece capacidade analítica profunda, integrando a gestão de dados e uma plataforma flexível que permite aos clientes escolher quais as actividades analíticas mais importantes para os seus negócios. O SAS disponibiliza a preparação automatizada dos dados e validação do modelo, mas também permite aos cientistas de dados que personalizem os seus modelos.

Lealdade à marca: o SAS tem uma forte notoriedade no mercado das analíticas avançadas. Muitos analistas têm já uma boa compreensão de outras soluções do SAS e apreciarão a integração com as ferramentas e dados de digital marketing.

“Para ter sucesso na experiência de compra do cliente, há que alinhar os canais tradicionais com as capacidades digitais, de forma, a apresentar-lhe uma única faceta: uma maneira contínua e independente do canal de fazer negócios”, disse Wilson Raj, Diretor Global de Customer Intelligence no SAS. “Acreditamos que a posição de líder do SAS nesta avaliação inaugural da Gartner, vem reforçar a nossa estratégia de substituir os diversos pontos de contato do cliente por uma visão unificada através da inclusão do analytics em todas as nossas soluções de marketing digital.”


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

CIONET apresenta novos serviços de Mentoring e de Peer Groups

A CIONET apresentou no mercado dois novos serviços. O serviço de Mentoring dá apoio consultivo e formativo aos CIOs para desenvolverem todo o seu potencial, e o Peer

Unit4 lança Aceleradores de Valor (Value Accelerators) específicos para setor dos serviços para antecipar recuperação valor do investimento das implementações dos ERP

A Unit4, lança hoje à escala global os novos Aceleradores de Valor específicos para o mercado dos serviços, tendo em vista diminuir o prazo de recuperação dos investimentos

Microsoft lança acelerador para a Transformação Digital das organizações portuguesas

Com o objetivo de acelerar a transformação digital das organizações portuguesas, a Microsoft Portugal, em conjunto com a IDC, propõem-se a avaliar os níveis de maturidade digital dos

TMN é a marca mais reconhecida pelos Portugueses

A TMN acaba de ser distinguida como a “Marca que Marca”, tendo registado em 2012 o maior índice de notoriedade espontânea em Portugal, na categoria Operadoras de Comunicações

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *