Receitas de Serviço da Vodafone Portugal crescem 2,2% YoY no trimestre findo em setembro de 2016


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

A Vodafone Portugal apresenta um crescimento operacional nos segmentos mais relevantes do mercado e consolida a tendência de melhoria dos indicadores financeiros durante o segundo trimestre do exercício fiscal 2016-2017 (com início em abril de 2016 e conclusão em março de 2017).

As Receitas de Serviço atingem 236,9 milhões de euros entre julho e setembro, o que representa um acréscimo de 2,2% (Q1: +0,2%) face ao período homólogo. Este desempenho revela uma aceleração significativa do ritmo de crescimento do principal indicador de negócio, que avança pelo 4º trimestre consecutivo.

Este desempenho é ainda mais expressivo se considerarmos o efeito da descida das tarifas de terminação móvel da voz, sem a qual as Receitas de Serviço teriam subido, neste trimestre, 2,9% YoY.

A análise semestral (6 meses findos em setembro) mostra que os principais indicadores operacionais mantêm a tendência positiva. As receitas de serviço da Vodafone atingem 457,6 milhões de euros, mais 1,2% YoY, enquanto as receitas totais sobem 0,6% YoY (sem os efeitos da interligação).

A Vodafone Portugal mantém a tendência de crescimento, reflexo de um posicionamento estratégico diferenciador num sector cada vez mais competitivo e convergente. O serviço móvel apresenta uma progressiva recuperação, permitindo à Vodafone manter a sua posição de relevo nesse segmento, e no negócio fixo, em particular na TV por subscrição, a Vodafone tem vindo a reforçar sistematicamente a sua quota de mercado”, afirma Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal.

Na base deste desempenho financeiro está uma maior resiliência do segmento móvel, impulsionado pelos dados móveis e pela sazonalidade associada ao período de verão, bem como o crescimento forte e sustentado do segmento fixo.

No segundo trimestre, o número de clientes 4G é já superior a um milhão, fruto de um acréscimo de 124% YoY, enquanto a penetração de smartphones no total da base de Clientes sobe para 63,2%.

De julho a setembro, destaque para o incremento de 23,1% da base de Clientes fixos, que atinge 546,5 mil. A Vodafone é o operador que mais cresce há 12 trimestres consecutivos no serviço de TV por subscrição, o que demonstra que o mercado reconhece cada vez mais as caraterísticas diferenciadoras da oferta Tv Net Voz. No período em análise, a Empresa elevou para um novo patamar a experiência em casa dos seus Clientes, com o lançamento de um novo router que, entre outras funcionalidades, permite velocidades em Wi-Fi 4x superiores às anteriormente disponibilizadas.

Igualmente inovador e pioneiro no mercado foi o lançamento de um canal interativo de TV-Commerce. Fruto de uma parceria exclusiva com o El Corte Inglés, o novo canal ´Yubuy TV` permite aos Clientes Vodafone comprar produtos de uma forma simples e conveniente, a partir da televisão. Neste período, a Vodafone disponibilizou ainda de forma gratuita, a primeira App de TV que fomenta a prática de exercícios escolares em casa – a ´Studo`.

No segmento empresarial a Vodafone colabora cada vez mais com as empresas e instituições públicas na procura de benefícios resultantes da crescente inteligência das “coisas”. A título de exemplo, neste 2º trimestre a Vodafone Portugal levou a cabo, juntamente com a Câmara Municipal da Lourinhã, o projeto ´Lourinhã Lights On, Lights Off`, que consistiu na implementação de um sistema de iluminação inteligente, permitindo à Vila transformar-se no primeiro município do distrito de Lisboa a monitorizar e a otimizar os seus consumos energéticos. Com esta solução, a Câmara Municipal da Lourinhã alcança poupanças estimadas entre 70% a 80% da fatura energética e a Vodafone manifesta uma vez mais a capacidade de oferecer um vasto portefólio de soluções para Smart Cities, independentemente das necessidades de cada município ou empresa.

O segundo trimestre é ainda assinalado pela conquista de um novo marco: a extensão da cobertura de rede de fibra ótica de última geração da Vodafone supera já os 37.000 km e abrange mais de 2,5 milhões de casas e empresas.

“Os resultados operacionais do 2º trimestre vêm comprovar a eficácia da nossa estratégia. O esforço colocado no investimento em redes de última geração não nos desviou do nosso principal objetivo estratégico: entregar aos nossos Clientes um serviço de excelência e a melhor experiência. E congratulamo-nos com o facto de esse esforço ser reconhecido por uma clara e destacada liderança no indicador de satisfação e recomendação que os nossos Clientes testemunham em diferentes estudos de mercado”, acrescenta Mário Vaz, CEO da Vodafone Portugal.

Em linha com a visão estratégica que a Vodafone sempre defendeu sobre a importância da universalidade de acesso a conteúdos relevantes, o último trimestre  ficou igualmente marcado pelos acordos celebrados pela Vodafone com os demais operadores para partilha de conteúdos desportivos. O desporto nacional e os consumidores portugueses são os principais beneficiários deste acordo e a entrada da Vodafone no capital social da Sport TV Portugal vem, igualmente, garantir uma maior solidez e sustentabilidade à empresa nacional que detém mais experiência e know-how na distribuição de conteúdos desportivos.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *