Quidgest abre as portas ao talento de uma forma sustentável


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

A Responsabilidade Social e a Inovação são dois valores da Quidgest, por isso, dia 2 de maio, no seu evento anual de recrutamento, desafia jovens licenciados a construírem um sistema de informação, que será oferecido a uma ONG na área ambiental.

Valorizam-se novos talentos, e o Portas Abertas não é mais do que o reflexo disso, ao ter como objetivo o de destacar talentos nas áreas da informática e programação. Neste dia, todos os participantes, para além de trabalharem com profissionais experientes na área das tecnologias de informação, ficarão a conhecer uma ferramenta inovadora de geração automática de código – o Genio!

O Portas Abertas é a oportunidade para os participantes mostrarem e aplicarem o conhecimento adquirido, com a possibilidade de serem recrutados para trabalhar numa das empresas portuguesas que mais investe em I&D. A equipa vencedora irá doar o seu sistema à Coopérnico e ainda será premiada!

O Portas Abertas privilegia também a responsabilidade social, visto que o software desenvolvido pela equipa vencedora é doado a uma organização sem fins lucrativos. Este ano, o sistema desenvolvido será doado à Coopérnico, uma cooperativa de energias renováveis, que alia à sua natureza social o apoio a projetos de solidariedade, educacionais ou de proteção ambiental.

A Sociedade Protetora dos Animais, a CERCIOEIRAS, a Acreditar, a Raríssimas e, mais recentemente, a APAV e a ACAPO foram algumas das organizações que já receberam os sistemas de informação da Quidgest, em edições anteriores do Portas Abertas.

As candidaturas podem ser realizadas até dia 27 de abril através do site da Quidgest ou através do e-mail careers@quidgest.com

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *