36084 0

Prod Smart vence desafio da Microsoft Portugal e Embaixada dos EUA e conquista lugar no Web Summit

A Prod Smart, startup que pretende medir o pulso às empresas através da análise em tempo real da sua produção foi a grande vencedora do desafio Startup Challenge lançado pela Microsoft Portugal, juntamente com a Embaixada dos Estados Unidos. O prémio é o acesso a um espaço para showcase no stand da Microsoft no Web Summit, onde também poderá contactar possíveis investidores. Terá ainda acesso a um ano de residência no acelerador Canopy City em Boston, apoio legal para criar uma entidade nos Estados Unidos, entre outros benefícios para melhor desenvolver o seu negócio.

A Prod Smart distinguiu-se entre as oito finalistas da competição de startups baseadas em Portugal, destacou-se pelo modelo e inovação do seu negócio, e também pela forma como conduziu o seu pitch e respondeu às questões de um júri. Incubada na Startup Lisboa, a Prod Smart pretende aumentar a produtividade das empresas e ajudá-las a reduzir desperdícios, a cumprir todos os requisitos legais da rastreabilidade, ultrapassem atrasos na produção e a registem sem qualquer folha de papel.

Para Jason Nadal, diretor da área de Desenvolvimento e Empreendedorismo na Microsoft Portugal, “foi gratificante desenvolver este desafio, não só porque pudemos contar com a participação de startups inovadoras e com potencial de negócio, mas porque nos deu a oportunidade de continuar a apoiar o desenvolvimento do ecossistema português de startups. A startup vencedora destacou-se pelo conceito, visão e maturidade do negócio apresentados, que acreditamos ser fundamentais para o seu sucesso tanto no mercado nacional como no internacional”.

Na corrida a este prémio estavam as outras sete finalistas do Startup Challenge, como a Peta Pilot, Line Health, Eat Tasty, Xhockware, Defined Crowd, Pro Drone e Top Dox.

Para além do pitch final do Startup Challenge, a Microsoft Portugal realizou também, no âmbito do programa Journey to the Web Summit, o Seminar & Startup Challenge Final Pitch, um conjunto de sessões dirigidas às startups e para fomentar o crescimento dos seus negócios, com a presença de Robert Sherman, Embaixador dos EUA.

Com este desafio a Microsoft Portugal reforça o Ativar Portugal Startups, um programa que apoia a criação e o crescimento de startups de base tecnológica com elevado impacto e potencial de escala a nível mundial, com o objective de posicionar Portugal no centro da Europa na área do empreendedorismo.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Levoo: Startup cria Kiosks self-service em centros comerciais

A Levoo é uma startup portuguesa que pretende revolucionar a experiência de restauração nos centros comerciais e eliminar as filas de espera. Para o efeito criou os primeiros

Melhor startup do mundo saída de um MBA é portuguesa

A melhor startup do mundo, saída de um MBA, é portuguesa e foi fundada por dois alumni do The Lisbon MBA, Luís Martins e Kiruba Eswaran. A Zaask

Jason Nadal é o novo responsável da área de DX na Microsoft Portugal

Jason Nadal é o novo responsável pela área de Desenvolvimento e Empreendedorismo (DX), na Microsoft Portugal. A seu cargo tem a relação com as audiências técnicas, com os

Prémio Inovação NOS revela Finalistas

Já são conhecidos os finalistas ao Prémio Inovação NOS 2016. No total são 33 as empresas que concorrem pelo prémio nas três categorias – «Startups», «Pequenas e Médias

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *