PRIMAVERA e Microsoft Portugal juntas na transformação digital das empresas


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

A PRIMAVERA BSS acaba de estabelecer uma parceria com a Microsoft Portugal que visa disponibilizar um serviço global e chave na mão às empresas, que inclui infraestruturas informáticas e soluções de gestão na cloud. Esta parceria junta a oferta de infraestrutura Microsoft Azure com o software de gestão da tecnológica portuguesa e tem o objetivo de auxiliar e conduzir as empresas no processo de transformação dos seus negócios, uma premissa indispensável na nova era da economia digital e da competitividade empresarial à escala global.

A nova oferta de Infraestruturas como um serviço passa a incluir o portfólio da PRIMAVERA, permitindo às empresas subscrever um serviço completo que inclui a infraestrutura e as soluções. Por outro lado, a tecnológica passa a disponibilizar uma plataforma cloud onde é possível modelar e desenvolver aplicações de gestão rapidamente. É objetivo da PRIMAVERA, com esta oferta, apoiar os atuais clientes na digitalização dos seus negócios, quer através da migração do atual sistema para a cloud, quer através da utilização de aplicações cloud integradas com os seus sistemas atuais, proporcionando uma solução híbrida que assegura uma digitalização paulatina, ao ritmo da evolução de cada negócio.

Esta parceria contempla ainda um roadshow nacional conjunto sobre o tema Transformação Digital, focado em mostrar aos gestores de que forma a tecnologia existente hoje é o motor dos negócios que irão progredir na era da economia digital, demonstrando a importância da digitalização de processos para maximizar a competitividade das organizações. O Roadshow – “Transformação Digital” começa em Braga no dia 20 de outubro e passa depois pelo Porto (25 out.), Lisboa (27 out.), Aveiro (15 nov.) e Leiria (17 nov.).

Para José Dionísio, CO-CEO da PRIMAVERA, “a tecnologia juntou as duas empresas há 23 anos atrás aquando da criação da PRIMAVERA. Nessa altura, foi o Windows que alavancou a oportunidade detetada por nós. Hoje volta a ser a tecnologia que nos aproxima, desta feita por via da opção que fizemos pelo Microsoft Azure enquanto plataforma que irá garantir o armazenamento e a gestão dos dados pertencentes a mais de quarenta mil empresas clientes da PRIMAVERA e que gradualmente estão a fazer a sua transição para a cloud”.

Segundo Ana Maria Lopes, diretora da unidade de negócio de parceiros e PMEs da Microsoft Portugal, “é importante para a Microsoft encontrar parceiros como a PRIMAVERA que acrescentam valor às nossas soluções, permitindo apresentar ao mercado propostas de maior valor acrescentado nesta fase tão crucial em que o tecido empresarial enfrenta a necessidade de redesenhar os processos e transformar as tecnologias de suporte à gestão para alcançarem a máxima eficiência”.

A infraestrutura Microsoft Azure representa um conjunto cada vez maior de serviços integrados na cloud — análise, computação, bases de dados, dispositivos móveis, redes, armazenamento e Web — tendo em vista a mobilidade, rapidez de acesso à informação, segurança dos dados e uma poupança mais eficiente às empresas. Suporta a mais ampla seleção de sistemas operativos, linguagens de programação, arquiteturas, ferramentas, bases de dados e dispositivos. No âmbito desta parceria, a PRIMAVERA disponibiliza uma plataforma ágil de desenvolvimento de aplicações de gestão, a OMNIA Platform, que contempla um conjunto de modelos de aplicações pré-construídos, permitindo a modelação de aplicações em poucos dias e sem recurso a programação com código.

Tanto a PRIMAVERA como todos os seus parceiros passarão a disponibilizar esta oferta única que vai libertar as empresas de preocupações com a aquisição e gestão de infraestruturas computacionais, assim como com a atualização, manutenção e performance do software, pagando apenas por um serviço.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *