PcComponentes aposta em Portugal com website próprio


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

A PcComponentes acaba de dar mais um passo na sua estratégia de crescimento e consolidação no nosso país com a abertura de um website específico que surge na sequência de uma renovação total da sua imagem de marca e relançamento do site principal.

A PcComponentes contava já com muitos clientes provenientes de Portugal, embora o seu website estivesse originalmente pensado apenas para Espanha. Agora, com a abertura da nova loja a empresa pretende oferecer aos portugueses o mesmo nível de cuidado e serviço ao cliente que lhe permitiram ascender à liderança do setor em Espanha.

Para isso, o website inclui um portefólio de produtos especificamente pensado para o nosso mercado bem como um serviço específico de apoio ao cliente com pessoal português.

A entrada formal no mercado português com o website próprio faz parte de um ambicioso plano de expansão da PcComponentes, que passa não apenas pelo desenvolvimento do negócio na Península Ibérica mas também pela criação de uma infraestrutura logística e tecnológica que permitirá à empresa expandir futuramente a sua atividade a outros países.

Fundada em 2005 com uma loja online de produtos de tecnologia e informática, bastou à PcComponentes um ano para se afirmar como uma referência no mercado espanhol. Em 2015, a empresa terminou o ano com uma faturação de mais de 300 milhões de euros, cerca de 400 trabalhadores, dois milhões de clientes – e tecnologia logística de última geração que lhe permite agora concretizar a sua estratégia de expansão.

Uma ligação emocional

A PcComponentes não se limita a vender tecnologia: a própria empresa possui uma equipa própria de Investigação & Desenvolvimento responsável pela plataforma de e-commerce e não hesitou em utilizar a mais avançada tecnologia no âmbito da renovação da sua imagem de marca.

Alfonso Tomás, CEO da PcComponentes, explica que, para a escolha do novo logótipo, a empresa contou com a ajuda de 100 pessoas – 50 dos seus empregados e outros tantos clientes – a quem mostrou diferentes opções. A escolha final foi feita através de tecnologia de “Eye Tracking”, que permitiu analisar as emoções e reações geradas.

Desta forma, “encontrámos uma nova imagem com a qual os membros da nossa empresa estão totalmente identificados e que os nossos clientes sentem como estando mais próxima de si”, explica Alfonso Tomás. O novo logo, que surge também associado a um redesenho completo do website, que é agora “responsive” e compatível com qualquer dispositivo, apresenta um desenho mais moderno e representa na perfeição os valores da marca.

Uma experiência de compra melhorada

Quer em Portugal, quer em Espanha, o novo website da PcComponentes responde ao objetivo de criar uma experiência de compra mais fácil, rápida e intuitiva para o utilizador. Por exemplo, passa a ser possível concluir um pedido em apenas dois passos.

Por outro lado, cada produto tem agora fotos maiores, mais detalhe e informação, de forma a facilitar a escolha. E um novo painel de cliente permite gerir as compras, pedidos ou devoluções de forma clara e simples.

“O cliente deve ter as melhores ferramentas no seu processo de compra e, por isso, além de um motor de pesquisa melhorado que consegue oferecer resultados únicos, os clientes poderão partilhar as suas dúvidas sobre os produtos para que outros clientes ou os profissionais da PcComponentes respondam rápida e eficazmente”, disse por seu lado Andrés Jiménez. Este responsável pela equipa de Programação e Desenvolvimento da empresa explicou que a gestão de devoluções está agora integrada na própria plataforma, tornando o processo de devoluções e garantias mais cómodo e mais rápido, enquanto o seguimento de todo o processo ficou mais preciso.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *