OutSystems reduz para metade o tempo de desenvolvimento de aplicações móveis


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

A OutSystems anuncia a OutSystems 10, a primeira plataforma de desenvolvimento de aplicações móveis empresariais low-code, com capacidades avançadas. Com a OutSystems 10, os programadores podem agora criar aplicações seguras e escaláveis, que até aqui só estavam ao alcance de engenheiros de software mais qualificados.

A OutSystems 10 resolve dois grandes problemas que as empresas enfrentam na sua estratégia de desenvolvimento de aplicações móveis: a necessidade contínua de se manterem competitivas, através do lançamento de novas soluções móveis para o mercado, e a escassez de recursos com capacidades de desenvolvimento mobile necessárias à construção de aplicações empresariais multiplataforma.

Este lançamento da OutSystems 10 introduz sete novas funcionalidades que aceleram significativamente o tempo de criação de aplicações móveis:

  1. Drag and drop de todas as componentes das aplicações móveis: interface do utilizador, integrações back-end, lógica de negócio, e muito mais.
    2. Desenvolvimento multi-plataforma – permite executar apps em qualquer dispositivo, a partir de um só código base que é compatível com as plataformas iOS e Android.
    3. Criação de experiências de utilizador de alto desempenho com tempos de resposta inferiores a 80 milissegundos. A OutSystems 10 inclui uma extensa biblioteca de UX Widgets otimizados e a capacidade de adicionar código personalizado, permitindo um elevado nível de controlo.
    4. Utilização de capacidades nativas dos dispositivos e sensores sem escrever qualquer código, de forma a criar experiências de utilizador imersivas: câmaras, ID digital, movimento e muito mais.
    5. Desenvolvimento de experiências offline sofisticadas e seguras com lógica de negócio on device sem ter que se preocupar com o “trabalho de bastidores” subjacente. Suporta qualquer cenário offline, desde dados simples aos acessos e sincronizações mais complexas.
    6. Simplificação do desenvolvimento através de funcionalidades que permitem a poupança de tempo: teste o desempenho das aplicações em qualquer dispositivo instantaneamente, torne as aplicações prontas para publicação com um simples clique e atualize automaticamente as aplicações em toda a rede interna de dispositivos.
    7. Redução do backlog de desenvolvimento de aplicações móveis. Os programadores podem aumentar significativamente a sua produtividade em apenas algumas semanas.

De acordo com a Gartner, “até 2018, a procura de aplicações móveis vai crescer pelo menos cinco vezes mais rapidamente do que a capacidade interna das TI em disponibilizar tais aplicações”. A Gartner afirma que “as empresas consideram um desafio desenvolver rapidamente, implementar e manter aplicações móveis, uma vez que é extremamente caro contratar programadores com expertise em mobile”. (Gartner Reports: “Market Share Analysis: Mobile App Development PLatforms, Worldwide 2015”, publicado a 20 de Julho de 2016 e “The Enterprise App Explosion: Scaling One to 100 Mobile Apps”, publicado a 7 de Maio de 2015, respetivamente).

“A OutSystems 10 representa um grande progresso para nós e para o setor”, afirmou Paulo Rosado, CEO da OutSystems. “Os nossos clientes já estão a utilizar a nossa plataforma para estimular a inovação com aplicações web, portais e outros sistemas. Ao adicionarmos capacidades mobile avançadas, somos agora a única plataforma low-code que pode suportar todo o tipo de iniciativas de transformação digital no seio das empresas”.

“A nossa empresa enfrenta uma intensa pressão para lidar com a transformação digital e o mobile é incontornável”, refere Gonçalo Viana, CIO da Randstad Portugal. “As capacidades nativas e offline da OutSystems 10 permitem construir aplicações móveis num ambiente controlado e integrado. No passado, tínhamos aplicações móveis desenvolvidas com diferentes tipos de tecnologia e isso acabava por criar problemas de manutenção. Além disso, as exigências dos utilizadores ao nível de UX no nosso negócio estão a aumentar. A OutSystems 10 junta entrega rápida, sustentabilidade e capacidade de manutenção num só pacote, ao mesmo tempo que nos dá capacidade para construir aplicações móveis com UX de nível superior”.

“Todos os aspetos da OutSystems 10 foram projetados com um fim: velocidade”, refere Miguel Lopes, VP of product management da OutSystems. “Por exemplo, a criação de uma boa experiência de utilizador em mobile é geralmente difícil e moroso, mas não a partir de agora. Começámos por analisar os padrões de experiência de utilizador mais comuns nas apps mais populares e criámos então 60 UX widgets que podem ser rapidamente adicionados a uma aplicação com um simples drag and drop.”

“As funcionalidades que permitem a diminuição do tempo de entrega das aplicações vão muito além da construção de experiência de um utilizador de ponta”, acrescentou Gonçalo Borrega, head of product management da OutSystems. “Nós abordámos os problemas mais complexos com os quais se confrontam as equipas de desenvolvimento. Agora, aspetos como ambientes offline seguros, lógica do dispositivo, ou recorrer a um sensor através de uma aplicação podem ser incorporados com apenas alguns cliques.”

As empresas que participaram no early access program da OutSystems 10 durante o Verão, estão já a comprovar quão rápida a plataforma é, lançando novas aplicações inovadoras em apenas algumas semanas.

“Para as aplicações de hoje, o mobile é uma exigência e não apenas uma opção”, refere Steven Schmidt, enterprise collaboration manager na Logitech.” Na Logitech queríamos uma plataforma de aplicações que nos permitisse focar na mobilidade sem acréscimo excessivo de recursos ou de custos. A nossa equipa atual de programadores participou no OutSystems 10 Early Access Program e rapidamente conseguiu desenvolver as primeiras aplicações móveis com experiência nativa e sincronização de informação offline. Não vimos nada semelhante nas outras soluções que avaliámos.”

“Numa indústria altamente regulada como a dos ensaios clínicos, existem muitos requisitos no que ao desenvolvimento aplicações móveis diz respeito” revela Piers Barrington, senior director of IT innovation da Q2 Solutions. “O processo de desenvolvimento da nossa aplicação móvel para recolha de amostras, realizado com OutSystems 10, correu de forma bastante satisfatória, com a plataforma a suportar todos os momentos do ciclo de desenvolvimento da aplicação.”

“O banco BPI está fortemente empenhado em enfrentar os novos desafios da economia digital, melhorando a experiência do cliente em todos os canais”, refere Francisco Barbeira, CIO/CDO do Banco BPI. “Estamos a utilizar a OutSystems 10 para desenvolver novas funcionalidades na nossa app de Mobile Banking e a experiência até agora tem mostrado melhorias em todos os aspetos do desenvolvimento de aplicações móveis. A nova arquitetura proporciona uma melhor experiência ao utilizador, performance das aplicações otimizada e ciclos de desenvolvimento mais rápidos.”

“A necessidade de disponibilizar rapidamente aplicações móveis de elevada qualidade está a determinar a transformação digital dentro da nossa base de clientes”, refere Diogo Henriques, Manager da Deloitte. Com a OutSystems 10 somos capazes de melhorar a velocidade de prototipagem de aplicações para os nossos clientes, o que é um fator distintivo para a Deloitte. Além disso, consideramos que a nova versão torna mais fácil a publicação em iOS e nas lojas de aplicações iOS eAndroid, superando o processo manual tradicional e melhorando o nosso tempo de entrega. ”

A OutSystems 10 está disponível a partir de hoje. Para ver a plataforma em ação ou testá-la gratuitamente clique aqui.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *