30264 0

Microsoft Portugal seleciona oito startups finalistas do programa Journey to the Web Summit

Line Health, Eat Tasty, Xhockwave, Define Crowd, Peta Pilot, Top Dox, Pro Drone e Prod Smart são as oito startups finalistas do desafio lançado pela Microsoft Portugal e que pretende selecionar a micro-empresa que terá um espaço para showcase no stand da companhia no Web Summit, além de outros benefícios. Este Startup Challenge, uma competição de startups baseadas em Portugal e em que a Microsoft se associou à embaixada dos Estados Unidos, é uma das componentes do Journey to the Web Summit, o programa criado pela subsidiária portuguesa da multinacional para ajudar as startups europeias a tirarem o máximo partido do evento. Além da presença no Web Summit, a vencedora terá também direito a um ano de residência num acelerador em Boston ou apoio legal para criar uma entidade nos Estados Unidos.

No Startup Challenge, que tem por objetivo encontrar a startup mais inovadora e com maior potencial, participaram cerca de 140 micro-empresas, todas elas já com alguma maturidade e visão do negócio bem definida, assim como uma equipa estável e a trabalhar a tempo inteiro. Estas oito finalistas destacaram-se em aspetos como a qualidade dos seus produtos, a oportunidade e atualidade do problema que pretendem resolver, o modelo de negócio e a qualidade da equipa. Como refere Jason Nadal, diretor da área de Desenvolvimento e Empreendedorismo na Microsoft Portugal, “foi extremamente difícil selecionar as oito finalistas uma vez que o nível era muito elevado. Havia pelo menos mais 30 que poderiam ter sido escolhidas, o que prova a crescente qualidade do ecossistema português de startups”.

A vencedora será conhecida a 18 de outubro, um dia que começa com o Seminar & Startup Challenge Final Pitch, um conjunto de sessões sobre como fazer crescer um negócio para o mercado norte-americano e que terá lugar na sede da Microsoft Portugal, e que termina na embaixada dos Estados Unidos, onde é conhecido o vencedor.

O Journey to the Web Summit inclui outras atividades a decorrer até ao evento. Entre estas estão mais de 20 masterclasses online, abertas a startups e programadores em todo o mundo e entregues por especialistas europeus, com temas tão distintos como a gestão do negócio, branding ou growth hacking até outros mais técnicos como cloud, bots e Internet das Coisas.

Com este desafio, a Microsoft Portugal reforça o Ativar Portugal Startups, um programa que apoia a criação e o crescimento de startups de base tecnológica com elevado impacto e potencial de escala a nível mundial, com o objective de posicionar Portugal no centro da Europa na área do empreendedorismo.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Prod Smart vence desafio da Microsoft Portugal e Embaixada dos EUA e conquista lugar no Web Summit

A Prod Smart, startup que pretende medir o pulso às empresas através da análise em tempo real da sua produção foi a grande vencedora do desafio Startup Challenge

Seedrs bate recordes e gera investimentos superiores a 100 milhões em 2016

O ano de 2016 foi sinónimo de forte crescimento e de expansão para a Seedrs. A maior plataforma europeia de equity crowdfunding bateu vários recordes e gerou investimentos

Cilnet obtém especialização de Cisco Advanced Video em Portugal

A Cilnet acaba de obter a especialização em Cisco Advanced Video em Portugal. Ao alcançar esta especialização, a Cilnet demonstrou ter a capacidade de fornecer soluções de valor

Levoo: Startup cria Kiosks self-service em centros comerciais

A Levoo é uma startup portuguesa que pretende revolucionar a experiência de restauração nos centros comerciais e eliminar as filas de espera. Para o efeito criou os primeiros

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *