18915 0

Kaspersky Lab cresceu mais rápido que o mercado global de segurança endpoint

A International Data Corporation (IDC) publicou as conclusões do seu relatório resultante da análise ao mercado de segurança endpoint, de consumo e empresarial, em 2014. Segundo esta análise elaborada em dezembro do ano passado, a Kaspersky Lab cresceu mais rápido que o mercado na sua globalidade. Desta forma, enquanto as receitas globais de todos os fabricantes de segurança endpoint aumentaram 2,6% em 2014, as da Kaspersky Lab cresceram 6,5%.

Neste sentido, o relatório sublinha que as receitas globais dos fabricantes de segurança endpoint alcançaram um total de 8 mil milhões de euros em 2014, sendo que 64% do total provêm de quatro empresas que atingiram receitas superiores aos 600 milhões de euros, entre as quais se encontra a Kaspersky Lab, na quarta posição, com 654 milhões de euros e uma quota de mercado de 7,9%. A companhia repete, assim, o quarto posto, posição que ocupou em 2013 com um crescimento no seu volume de negócios de 6,1%, alcançando os 614 milhões de euros.

De igual modo, a IDC reconhece a Kaspersky Lab como um dos fabricantes de maior destaque no mercado de consumo, graças ao aumento registado na sua quota de mercado. Enquanto a quota da Kaspersky Lab subiu em mais de 9%, a nível global o sector cresceu apenas 1%, um número baixo que se explica pela queda nas vendas de equipamentos informáticos.

A segurança endpoint foi sempre o centro de nosso negócio, especialmente no mercado de consumo e das pequenas e médias empresas. Esperamos que nos próximos anos um dos principais motores de crescimento passe a ser o segmento empresarial, especialmente na área da segurança não-endpoint. As necessidades dos nossos clientes mudaram e a inteligência em cibersegurança global, bem como as tecnologias avançadas, podem ajudar a fazer frente às ameaças mais sofisticadas. De acordo com o nosso plano estratégico, iremos ampliar o nosso portfólio com soluções de segurança e serviços que vão mais além da clássica segurança endpoint”, explica Alfonso Ramírez, diretor geral da Kaspersky Lab Iberia.


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

ESET lança novas soluções para servidores

A ESET, líder em protecção proactiva que celebra 25 anos de existência, anunciou o lançamento de novos produtos para servidor: ESET Mail Security for IBM Lotus Domino e
hospitais

Hospitais: o novo alvo dos criminosos informáticos

Os ataques informáticos aos dispositivos IoT dos hospitais mundo estão a aumentar.  Para além de ataques de ransomware, como o que afetou um hospital de Los Angeles que se

S21sec identifica novo malware Ploutus-D que ataca caixas ATM

A S21sec detetou o reaparecimento do Ploutus, uma das famílias de malware ATM mais sofisticadas, que se apresenta com uma nova variante designada Ploutus-D, uma técnica utilizada para

Ataques avançados e tráfego malicioso sofrem aumento sem precedentes

O Relatório Anual de Segurança da Cisco, publicado hoje, revela que as ameaças desenhadas para tirar partido da confiança dos utilizadores nos sistemas, aplicações e redes pessoais atingiram

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *