Fujitsu nomeia Sofia Barbosa para liderar o Centro de Competências de Lisboa


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

A Fujitsu anuncia a nomeação de Sofia Barbosa para a direção do Centro de Competências de Lisboa, passando a liderar uma equipa de 900 colaboradores que prestam serviços de excelência para mais de 350.000 utilizadores em 100 países e em 23 idiomas distintos.

Nomeada com o objetivo de fazer crescer o Centro de Competências da Fujitsu em Portugal, Sofia Barbosa irá ainda garantir a qualidade e excelência dos serviços, assegurando a adaptação do modelo de negócio a um mercado em constante evolução.

Licenciada em Gestão e Administração Pública pelo Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) e com uma pós-graduação em Marketing pelo Instituto Português de Administração de Marketing (IPAM), Sofia Barbosa conta com uma experiência profissional na áreas das Telecomunicações e IT, nomeadamente em consultoria na Novabase e The Phone House. Sofia Barbosa, de 37 anos e com uma filha, integrou a Fujitsu em 2008 e foi responsável pelas áreas de gestão de formação e operações, assim como de service delivery management.

Centro de Competências – uma história de sucesso e crescimento

Inaugurado em Janeiro de 2008, na altura com 200 colaboradores que prestavam apoio técnico a 40.000 utilizadores em todo o mundo, o Centro de Competências da Fujitsu foi crescendo ao longo dos anos, em número de colaboradores e em contratos nacionais e internacionais, credibilizando o trabalho qualificado oferecido aos seus clientes. Um ano depois, a Fujitsu anunciava que o modelo e metodologias de trabalho da equipa de Lisboa estava já a ser replicado nos Centros da Fujitsu na Polónia, Malásia e Costa Rica. Aquando do quinto aniversário do Centro, a equipa ascendia já aos 650 colaboradores, que recebiam cerca de 100.000 chamadas por mês e respondiam em 17 idiomas distintos.

Atualmente com cerca de 900 colaboradores, o Centro de Competências de Lisboa tem apostado na formação continua dos seus colaboradores, prestando uma média de 30 horas por ano de formação por cada agente/operador. Os trunfos que permitiram à Fujitsu atrair este investimento estrangeiro para Portugal em 2008 e potenciar o seu crescimento assentam na capacidade de desenvolver rapidamente equipas com apetência para falar diversos idiomas, na proximidade geográfica com os grandes centros de decisão europeus e no forte alinhamento cultural (fundamental neste tipo de serviço, que assenta no contacto direto com os utilizadores, na compreensão dos seus problemas e na resolução rápida, desde a origem).

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *