Findmore com um crescimento superior a 100% das suas equipas de Nearshore nos últimos 6 meses


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

Na Findmore Consulting, as equipas de desenvolvimento de Nearshore, trabalham diariamente com as equipas dos clientes, através da utilização de ferramentas colaborativas, onde se reduz distâncias, custos e time to market, sem que os clientes percam o controlo das equipas e projetos.

O objetivo da Findmore é a criação de equipas especializadas, num curto/médio prazo de tempo. Atualmente a empresa conta com projetos de diferentes dimensões com uma vasta gama de tecnologias. Os parceiros são maioritariamente grandes empresas, contudo existem também projetos com StartUp’s por toda a Europa.

O rápido crescimento levou à expansão das infraestruturas da empresa para a área de Nearshore. A empresa estima um crescimento na ordem dos 275% das suas equipas para o próximo ano, devido a um aumento considerável do volume de negócios, tendo em conta o ano 2016.

A localização da Findmore Consulting fornece uma grande vantagem ao Nearshore Portugal como a proximidade geográfica, cultural e horária, que aliada à capacidade técnica e linguística da equipa, permite  ser a resposta às necessidades de todos os clientes.

Segundo Rui Machado, diretor-geral da Findmore Consulting: “O que nos move é a vontade constante de sermos cada vez melhores. Apostamos na formação dos recursos e nas tecnologias mais recentes no que toca a ferramentas colaborativas. Portugal tem muita procura atualmente e a Findmore tem todas as condições que os clientes necessitam paraterem uma equipa nas nossas instalações a trabalhar exclusivamente para os seus projetos, como se estivessem nas instalações dos clientes.”

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *