Compromisso climático empresarial francês


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

No âmbito da conferência das Nações Unidas sobre alterações climáticas (COP21), a decorrer em Paris, 39 das maiores empresas francesas, empregando um total de 4,4 milhões de pessoas em todo o mundo e gerando faturação no valor de 1 200 mil milhões de euros, assumem compromisso para fazer face às alterações climáticas.

O compromisso climático empresarial francês representa o empenho das empresas em tornar o COP21 um sucesso, bem como em limitar o aquecimento global a 2°C. O compromisso enfatiza ainda o papel predominante das empresas na liderança da luta por um mundo mais sustentável.

Ativas ao longo de vários anos, estas empresas estão a dar passos concretos na redução da sua pegada ambiental no âmbito das emissões de carbono:

− utilizando soluções de eficiência energética ativa e passiva,

− recorrendo a energias renováveis, nomeadamente hídrica, eólica e solar,

− reduzindo, sistematicamente, as emissões de gases de efeito estufa ao longo do ciclo de vida dos seus produtos,

− desenvolvendo novos materiais e soluções com reduzidos níveis de carbono,

− reduzindo o desperdício alimentar e de embalagens,

− adotando estratégias de investimento a longo prazo que promovam ativamente a transição energética.

As 39 empresas envolvidas no compromisso climático planeiam investir, entre 2016 e 2020, pelo menos 45 mil milhões de euros em projetos industriais e I&D dedicados às energias renováveis, à eficiência energética e a tecnologias com baixas emissões de carbono. Durante o mesmo período de tempo, planeiam ainda promover o financeiamente bancário e através de fundos, de pelo menos 80 mil milhões de euros, para projetos destinados à luta contra as alterações climáticas.

O compromisso antevê ainda investimentos na ordem dos 15 mil milhões de euros em novas capacidades nucleares e investimentos na ordem dos 30 mil milhões de euros em gás natural como solução de transição energética, ao longo dos próximos 5 anos.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *