CMU Portugal abre candidaturas para estágios na Carnegie Mellon

5720
0
Share:

São cerca de 30 os jovens de sete Instituições de Ensino Superior portuguesas envolvidos no programa de estágios em investigação (UIP) na área das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) na Carnegie Mellon University (CMU). A abertura de oportunidades resultante da exposição a um ambiente de investigação internacional é um dos aspetos realçados pelos participantes. Promovido pelo Programa CMU Portugal, financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), o UIP tem as candidaturas abertas até 25 de fevereiro através do site www.cmuportugal.org.

Direcionado para estudantes de mestrado ou recém-mestres, este programa, designado por UIP (Undergraduate Internships Program), proporciona aos participantes um período de imersão de oito a 12 semanas na CMU, nos campus de Pittsburgh ou de Silicon Valley, nos Estados Unidos. Durante este período os estudantes são integrados na comunidade da CMU e desenvolvem o seu plano de trabalhos em conjunto com os seus orientadores na Carnegie Mellon e em Portugal. Lançado em 2014, o UIP já envolveu jovens de sete Instituições de Ensino Superior portuguesas (Católica Lisbon School; Instituto Politécnico de Coimbra; Universidade de Coimbra; Universidade Nova de Lisboa; Universidade da Madeira; Universidade de Lisboa; Universidade do Porto).

João Claro e José M.F. Moura, diretores do programa em Portugal e na CMU, respetivamente, reforçam a apreciação positiva transmitida pelos jovens participantes: “Os resultados que observamos são muito relevantes e incentivam-nos a continuar, já que estamos a falar de uma atividade numa vertente estrutural do Programa CMU Portugal. Além de criar uma oportunidade única de formação, aberta a jovens investigadores de todo o país, o UIP potencia de forma transversal o fortalecimento de redes de investigação e inovação ao nível internacional, algo que tem um valor inestimável para as nossas instituições”.

Os investigadores portugueses e da CMU que acompanham os jovens participantes ao longo do período do estágio fazem também uma avaliação positiva desta experiência, destacando a qualidade dos resultados do trabalho de colaboração desenvolvido, bem como o alto nível de desempenho dos participantes. (Os relatórios dos participantes são públicos e estão disponíveis em www.cmuportugal.org)

Da mesma forma, para a liderança do Programa, o impacto positivo da iniciativa justifica a sua continuidade, já que contribui ativamente para a circulação de conhecimento e para o reforço da ligação da academia Portuguesa e da CMU. “A aposta em formação de excelência e na promoção de novos projetos vocacionados para a geração de conhecimento e inovação na área das TIC continua a ser uma prioridade no âmbito do Programa CMU Portugal”, reforçam.

Mais informações e detalhes sobre as candidaturas em www.cmuportugal.org.

Share:
Patricia Fonseca

Deixe o seu comentário