21146 0

Antwerp Business School revela como Conselhos de Administração das empresas devem liderar e governar ativos digitais

A CIONET apresentou hoje os resultados do estudo “Board Level It Governance Research Project”, realizado pela sua parceira académica Antuerp Business School. Realizado em conjunto com a Cegeka, a KMPG Belgium e a Samsung, o estudo revela o estado de IT Governance ao nível dos Conselhos de Administração em todo o mundo.

O estudo em questão sistematiza e resume as melhores práticas sobre IT Governance ao nível do Conselho de Administração, apresentando de forma clara as melhores práticas para que este governe e lidere ativos digitais, bem como fatores potenciadores e inibidores dessa IT Governance.

Como fatores potencialmente promotores ou então inibidores da IT Governance no Conselho de Administração, foram apresentados o nível de competência em TI, os fatores motivacionais, o nível de confiança com os temas de IT e o nível elevado de dependência do CIO para tomar decisões. Foram também apontados fatores como a tentativa do CIO evitar envolver-se em temas de IT Governance, a legislação/regulamentação, a função do TI, a dimensão do Board, a proporção de insiders e o nível de maturidade da Organização.

O parceiro académico da CIONET apresentou também os elementos fundamentais a considerar em termos na implementação de IT Governance: alinhamento estratégico, entrega de valor, gestão do risco, gestão de recursos e gestão do desempenho.

Para finalizar o estudo, a Antuerp Business School deixou as principais recomendações, numa ótica de “primeiros passos”, que os Conselhos de Administração devem seguir em IT Governance. Um dos principais pontos passa pela avaliação do sistema atual de IT Governance, determinando o papel e a relevância das TI para efeitos de fiabilidade e inovação no negócio. Por outro lado, os Conselhos de Administração devem gerir o atual sistema de IT Governance estabelecendo as estruturas de governance adequadas e em alinhamento com o papel definido das TI. Por último, devem monitorizar o atual sistema de Governance de TI, colocando as perguntas apropriadas.

Pode ter acesso ao relatório de resultados do estudo clique aqui 


Patricia Fonseca

Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Notícias Relacionadas

Rodolfo Estrompa integra a GTI

A GTI, distribuidora especializada em Armazenamento, Cloud e Big Data, acaba de anunciar a integração de Rodolfo Estrompa, profissional reconhecido na área das Tecnologias de Informação. Rodolfo vai

NEC desenvolve software que permite otimizar o desempenho de redes SDN

A NEC Corporation desenvolveu uma tecnologia de software que permite verificar rapidamente a eficácia da operação das redes definidas por software (SDN). Esta tecnologia analisa o software que controla

Atos lança nova oferta de serviços de cuidados de saúde

A ATOS anunciou um novo serviço de Enterprise Content Management for Healthcare desenhado especificamente para ajudar as organizações de saúde e os sistemas nacionais de saúde a consolidar,

Indra implementa tecnologia inteligente no túnel do Marão

A Teixeira Duarte adjudicou à Indra um contrato para a conceção, instalação e arranque dos sistemas inteligentes de tráfego (ITS), controlo e comunicações do túnel do Marão, atualmente

Dê a sua opinião:

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *