A Huawei é a segunda maior marca de Android na Europa


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

A Huawei tem vindo a crescer exponencialmente na Europa, através do sucesso da área de Consumo. Segundo os mais recentes dados de vendas de smartphones do Kantar Worldpanel ComTech, a Huawei encontra-se em segundo lugar no ranking das marcas de Android na Europa, no terceiro trimestre de 2015, comparando com o sexto lugar que ocupava em 2014. O relatório examinou as vendas de smartphones no terceiro trimestre de 2015 nos cinco maiores mercados da Europa, Alemanha, Reino Unido, França, Espanha e Itália.

Ainda que tenhamos vindo a conseguir manter a nossa liderança na China, durante algum tempo, queremos agora reforçar a nossa posição na Europa também. O nosso objetivo é ser a marca preferida dos consumidores nesta região” afirma Richard Ren, Presidente do Consumer Business Group da Huawei Technologies na Europa Ocidental. “Com os nossos novos produtos de destaque, como o Huawei P8 e o Mate S lançados este ano, expandimos o nosso portfólio de alta qualidade no segmento Premium para aumentar a procura e visibilidade da marca. Esta não é só uma afirmação da nossa futura estratégia, permite-nos desde já também oferecer equipamentos inovadores e de design superior em qualquer segmento de preço. Estamos satisfeitos por ver que cada vez mais consumidores estão a escolher smartphones Huawei, e esperamos que esta preferência continue a aumentar no futuro

No terceiro trimestre, que terminou a 30 de Setembro de 2015, a Huawei vendeu 27,4 milhões de dispositivos. Comparando com o mesmo trimestre no ano de 2014, este valor representa um crescimento de 63%. Desta percentagem, 33% são equipamentos de segmento médio e alto, o que se traduz num aumento de 7% comparado com o trimestre passado.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *