CIONET divulga os vencedores dos prémios CIO of the Year 2016


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

A CIONET elegeu hoje os três melhores CIOs do ano em Portugal. David Alves (CIO, Sonae), João Figueiredo (CIO, Santa Casa da Misericórdia do Porto) e Luís Newton (Presidente da Junta de Freguesia da Estrela) foram os vencedores do prémio CIO of the Year 2016, que teve lugar no evento anual da CIONET, CIODAY’2016.

Na categoria de Corporate, a CIONET Portugal reconheceu David Alves, CIO da Sonae. Com dezassete anos de experiência ao serviço do Grupo, tem a seu cargo um departamento com 500 colaboradores, do qual dependem sete unidades de negócio. O projeto que lhe valeu o reconhecimento pela CIONET consistiu na Transformação da Organização de Sistemas de Informação.

Este projeto inovador consistiu na promoção de uma mudança cultural na Organização que teve por objetivo criar um ambiente de diversidade, desafio e colaboração, minimizando inércia na adaptação, formalismo e hierarquização funcional. Em Março de 2015 foi dado o passo mais disruptivo deste processo com impacto direto em 500 pessoas. Juntamente com uma nova imagem (BIT) entrou em vigor um novo modelo operativo assente numa trilogia de serviços (think, deliver, run) que é complementada por um conjunto de áreas verticalizadas que dão corpo ao bimodal IT (BI, Digital Channels, Infrastruture e Workplace) e alavancam um crescimento acelerado de tendências emergentes. Em Dezembro de 2015 foi dado outro passo significativo com a mudança para novas instalações, sem lugares marcados e com espaços abertos com linhas modernas e simples, o edifício funcionou também como alavanca para a mudança cultural promovendo um clima informal de colaboração e tranquilidade.

Na categoria de PME, a CIONET Portugal reconheceu João Figueiredo, CIO da Santa Casa da Misericórdia, que conta com dezoito anos de experiência ao serviço da entidade e tem a seu cargo 10 unidades de negócio. O projeto que lhe valeu o reconhecimento pela CIONET consistiu na Informatização do Museu da Misericórdia do Porto.

Este projeto visou a informatização do Museu da SCMP de forma a agilizar os processos de organização, pesquisa, classificação, localização, segurança e controlo de acessos, aumentando, desta forma, a eficiência no atendimento de solicitações dirigidas. As SI/TIC foram implementadas numa perspetiva de modernização num suporte eficaz e eficiente no apoio à gestão do Museu da SCMP, sendo garantida a sua evolução com flexibilidade e agilidade, assim como a abertura de um museu tecnologicamente capacitado e orientado nas temáticas a apresentar à população em geral. Procedeu-se à instalação e implementação de soluções de TI para o Museu da Santa Casa da Misericórdia do Porto, de forma escalável, que permita o crescimento/evolução do museu e que garante aos visitantes uma experiência próxima das obras que pelas soluções TI implementadas (Realidade Virtual Aumentada, Aplicação MMIPO) permite ao utilizador ter uma experiência única e
Autónoma).

Na categoria de Government, foi premiado Luís Newton. O vencedor desta categoria é atualmente Presidente da Junta de Freguesia da Estrela, e tem a seu cargo onze unidades de negócio. O projeto que lhe valeu o reconhecimento pela CIONET foi o projeto GeoEstrela.

O GeoEstrela é um projeto que pretende definir uma nova filosofia de gestão assente na governação baseada na colaboração entre a comunidade e a autarquia local. Ou seja, este projeto é inovador por tornar o cidadão no verdadeiro sensor das smart cities. Um sensor inteligente e que reflete verdadeiramente o contexto comunitário onde o espaço público está inserido. O cidadão assume, portanto, o papel central na identificação e resolução dos problemas que o afetam e a estrutura autárquica é organizada em volta disto, reduz-se o desperdício e aumenta-se o foco e a respetiva resolução dos reais problemas que afetam as comunidades.

Rui Serapicos, Managing Partner da CIONET Portugal, refere sobre a iniciativa: “Premiar os talentos portugueses em tecnologia e inovação é algo que nos dá grande satisfação. Acreditamos que estas iniciativas são cada vez mais importantes, pelos efeitos positivos que aportam para a indústria portuguesa das TIs e para o nosso país. Esperamos repetir o feito de 2014 e ter este ano um CIO Português como vencedor do CIO of The Year Europeu, como já aconteceu com o Nuno Miller”. Em 2017, a nova eleição promete mais novidades em termos de oradores e participantes.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *