IFS fecha 2015 com facturação nos 357 Milhões de Euros


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

A IFS manteve um crescimento sustentado em 2015 face ao ano transato, de 5%. Para este valor contribuiu o forte aumento na venda de licenças, de cerca de 27% no quarto trimestre, e 14% em todo o ano, que demonstra a forte adoção das suas soluções tecnológicas. Este crescimento foi possível apesar das quebras em alguns dos sectores nos quais a empresa é especialista, fruto do recuo no valor do petróleo, e demonstra a resiliência e agilidade da IFS, que conseguiu ganhar diversos novos Clientes no último trimestre de 2015.

O conhecimento e capacidade para oferecer soluções de excelência e globais a sectores chave com preços competitivos, foi a principal motivação para a aposta nas soluções da IFS por parte dos Clientes da empresa. A contínua entrada de novos Clientes, a par do baixo índice de rotatividade, permitiram à empresa alcançar resultados de manutenção e suporte de 123 Milhões de Euros, uma evolução de 6% face a 2014.

Os 160 milhões de euros correspondem aos serviços de consultoria e supõem um aumento de 2% face a igual período de 2014. No que às aplicações de gestão empresarial da IFS (ERP) diz respeito verificou-se um crescimento de 7% em 2015, aproximadamente. A procura na América do Norte, Europa Ocidental e na região da Ásia e Pacífico (excluindo a China) permanece estável e as empresas de análise do sector, como a Gartner, prevêem que esta tendência de crescimento global se mantenha em 2016.

Prosseguindo com a sua estratégia de aquisições, em Julho de 2015, a IFS concretizou a aquisição da VisionWaves. O seu produto irá oferecer um valor acrescentado a todas as soluções desenvolvidas pela IFS criando novas oportunidades de mercado conforme adiante Gustavo Brito, Managing Director da IFS Ibérica “A nossa estratégia de aquisições continua a ser um objectivo prioritário na pesquisa de uma solução ainda mais eficaz para todos os nossos Clientes”.

Destaques do ano fiscal de 2015 | Janeiro – Dezembro

  • A venda de licenças fixou-se nos 72 milhões de euros, um aumento de 14% face a 2014 (59 Milhões de euros), após conversão cambial.
  • A venda de licenças de manutenção é de 123 milhões de euros, um aumento de 6% face a período anterior (109 milhões de euros), após conversão cambial.
  • A consultoria ascendeu a 160 Milhões de Euros face aos cerca de 150 Milhões alcançados em 2014 (um aumento de 2% após conversão cambial).
  • O crescimento líquido alcançou os 357 Milhões de euros representando uma expansão de 5% face aos 319 Milhões alcançados em 2014.
  • O EBITDA ajustado é de 45 Milhões de Euros face aos 38 alcançados em igual período de 2014. O EBIT regista um valor de 33 milhões de Euros, face aos 29 milhões registados em 2014.
  • O fluxo de caixa depois de investimentos é de 20 milhões de euros face aos 28 Milhões alcançados em 2014.
  • Os dividendos distribuídos por acção ascendem a 0,88 euros face aos 0,89 alcançados em 2014.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *