Portugueses utilizam cada vez mais o cartão Visa para compras quotidianas


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

Os resultados financeiros da Visa Europe referentes ao ano fiscal de 2015 demonstram um significativo avanço dos pagamentos eletrónicos em Portugal e, especificamente, a generalização destes pagamentos para despesas diárias. Os portugueses não só usaram mais vezes os seus cartões Visa (o número médio de transações por cartão no ponto de venda aumentou 7.5% para um total de 61), como também confiaram mais nos pagamentos eletrónicos para compras diárias de menor valor, em parte graças à expansão dos pagamentos Contactless que estão já presentes na vida de milhões de cidadãos.

O número de cartões Contactless atingiu os 5.28M, 41.2% mais quando comparado com o mesmo período de 2014. A adaptação dos retalhistas a este tipo de pagamentos continuou a bom ritmo, com mais de 25.300 terminais (+57%) com esta tecnologia disponível. O valor médio por transação no ponto de venda desceu 1.5% para €39. Isto significa que houve mais transações de menor valor, em parte devido à implementação dos pagamentos Contactless.

Na Europa, foram emitidos mais de 152 milhões de cartões Contactless para mais de 3 milhões de terminais. Cada vez mais portugueses e europeus adotam estes métodos de pagamento, seguros e convenientes, sendo os supermercados e restaurantes alguns dos locais onde esta tecnologia é mais popular.

“A Visa Europe pretende aumentar o número de cartões Contactless e de terminais para que os cidadãos portugueses possam realizar os seus pagamentos da forma mais conveniente, rápida e segura possível. Este é um período muito entusiasmante para a indústria de pagamentos e é este tipo de inovação que vai permitir absorver uma parte significativa dos 70%[i] de transações que ainda são feitas em numerário na Europa”, refere Sérgio Botelho, Country Manager da Visa Europe em Portugal.

Em Portugal, foram efetuadas mais de 714 milhões de transações no ponto de venda com cartões Visa e o valor total gasto em POS cresceu 6.1%, para mais de €27.8 mil milhões.

Em 2015, €1 em cada €4.08 foi gasto com cartões Visa. Em 2014, este rácio era de €1 por cada €4.24. O valor gasto em ponto de venda com cartões pré pagos cresceu 18%, enquanto o respetivo valor médio de transação decresceu 3%, para €18.

O número médio de transações em POS com cartão de débito Visa aumentou 8.8% e o valor médio de transação com cartão de débito diminuiu 1%, para €38.

Verificou-se também uma subida de 7.1% no número médio de transações com cartão de crédito Visa em POS e um decréscimo de 0.7% no valor médio de transação com este tipo de cartão, para €65.

A nível europeu, as receitas da Visa Europe aumentaram em 25% para €2.31 mil milhões, mantendo 100% de disponibilidade do sistema, durante mais de 100 meses consecutivos, e níveis de segurança recorde, com menos de 5 cêntimos perdidos para cada 100€ gastos.

De acordo com Bertrand Sava, Regional Managing Director Southern Europe at Visa Europe, “o ano de 2015 destaca-se como aquele em que financeiramente a Visa Europe alcançou os melhores resultados de sempre – com uma margem considerável.

Em Novembro de 2015, a Visa Inc. e a Visa Europe anunciaram o acordo definitivo para a aquisição da Visa Europe pela Visa Inc. “O momento é certo porque a escala, tempo de resposta ao mercado e investimento são críticos para trazer uma maior vantagem competitiva, e construir parcerias ainda mais fortes com os nossos atuais e futuros clientes. Este acordo trará também à Europa uma voz mais influente no palco global, utilizando a nossa posição de líderes mundiais para guiar o futuro” conclui Bertrand Sava.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *