20% das perdas de produtividade estão associadas a desafios com documentos, revela IDC


shadow
Partilhe esta notícia...Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedInPin on PinterestEmail this to someone

De acordo com o novo White Paper solicitado à IDC pela OKI Europe Ltd., os desafios relacionados com documentos desperdiçam o tempo dos funcionários e contribuem para uma perda de 20% na produtividade anual, o que equivale a mais de 2 meses de trabalho. Esta situação está relacionada com o crescimento exponencial no acesso às informações, de acordo com o relatório, uma das principais tendências que segundo a IDC impulsionam iniciativas para melhorar a eficiência dos processos empresariais.

Intitulado “Os seus processos empresariais estão a obstruir as suas oportunidades de mercado? Impressão e gestão de documentos eficiente em termos de custos através de MFP Smart”, o White Paper foi desenvolvido por Jacqui Hendriks, Diretora da divisão de investigação e consultoria dos European Managed Print Services and Document Solutions da IDC.

No estudo são identificadas as principais tendências que impulsionam a evolução atual no local de trabalho. O relatório revela que, nos últimos anos, tem havido uma explosão no crescimento da capacidade de acesso e fornecimento de informações. De facto, a IDC afirma que o volume de dados que as empresas recebem terá aumentado seis vezes nos últimos cinco anos até 2015 e deverá continuar a um ritmo semelhante. O desafio para as empresas é compreender as informações a que têm acesso e fornecê-las da forma mais económica e mais rápida.

“Na era da Cloud, o avançado nível de funcionalidades que a nova geração de MFP Smart traz para o mercado pode ser fundamental, permitindo às empresas dar resposta às exigências da constante evolução a que assistimos nos locais de trabalho,” confirma Terry Kawashima, diretor-geral, OKI Europe Ltd.

O equilíbrio entre a necessidade de redução de custos operacionais e o aumento da produtividade é outro dos principais impulsionadores de muitas iniciativas no local de trabalho, aumentando o número de empresas que prestam mais atenção aos seus custos operacionais relacionados com a impressão e à procura de soluções que simplifiquem as suas atividades.

A terceira tendência de evolução significativa no local de trabalho identificada no White Paper é o impacto da crescente força de trabalho móvel, com a IDC a estimar que, em 2018, 75% dos funcionários estarão a trabalhar a partir de casa, através de dispositivos móveis, em viagem, a partir de instalações da empresa ou nas instalações do cliente. A crescente força de trabalho móvel, por sua vez, criou uma necessidade crítica de acesso “a qualquer hora e em qualquer local” a informações precisas e seguras.

Para dar resposta a estes requisitos, o estudo da IDC afirma que os MFP Smart devem permitir imprimir facilmente a partir de todos os tipos de dispositivos móveis. Estes também têm de proporcionar uma impressão segura a partir de dispositivos móveis para proteção contra quaisquer ameaças ou vírus, de forma a controlar o acesso e proteger a propriedade intelectual da empresa.

Os dispositivos que satisfaçam estes e outros critérios principais podem automatizar diversos processos e rapidamente proporcionar ganhos de produtividade para a empresa, de acordo com a IDC. Isto alinha os MFP Smart com os critérios de compra de 70% das empresas europeias que adotariam ferramentas de processamento automático para aumentar a produtividade dos funcionários.

O extenso portefólio de MFP Smart da OKI oferece às empresas uma gama de ferramentas para melhorar a forma como os documentos são tratados, geridos e processados numa organização ajudando a aumentar a eficiência. Em resposta às principais tendências no local de trabalho identificadas pela IDC, estes equipamentos multifunções de elevado desempenho combinam software sofisticado com tecnologia avançada. Os MFP Smart da OKI asseguram o mais alto nível de suporte para impressão segura a partir de tablets e smartphones, aumentam a produtividade e, simultaneamente, melhoram a entrada, produção e saída dos documentos, utilizando a plataforma sXP (smart Extendable Platform) incorporada da OKI.

Author

Patricia Fonseca
Patricia Fonseca

Viciada em tecnologia, entrou para a equipa em 2012 e é responsável pela Leak Business, função que acumula com a de editora da Leak. Não dispensa o telemóvel nem o iPod e não consegue ficar sem experimentar nenhum dispositivo tecnológico.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *